Publicidade
Manaus
PROGRAMA

Seduc abre seleção para intercâmbio de professores nos Estados Unidos

O período de inscrições inicia nesta sexta-feira, 17 de fevereiro, e segue até o dia 17 de março para professores da rede pública 16/02/2017 às 12:19 - Atualizado em 16/02/2017 às 12:22
Show seduc
(Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (SEDUC), torna público o processo de seleção para o I International Leaders in Education Program (ILEP)/ Programa Líderes Internacionais em Educação, voltados para professores de Língua Inglesa das Escolas Públicas.

O ILEP é uma iniciativa do Departamento de Estado dos Estados Unidos, com parceria do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e  SEDUC-AM,  que oferece uma oportunidade para que professores de Ensino Médio participem de um curso de aperfeiçoamento com duração de cinco meses em uma universidade americana. O intercâmbio inclui aulas e treinamento intensivo em metodologias de ensino, planejamento de aula, estratégias de ensino, liderança e no uso de tecnologias em educação. O programa nos EUA está previsto para acontecer entre os meses de janeiro a maio de 2018.

São pré-requisitos para os participantes:

Ser professor de Inglês do Ensino Médio na rede pública no Brasil; estar atualmente em sala de aula lecionando Inglês; ter no mínimo 5 anos de experiência comprovada em sala de aula; ter fluência oral e escrita em inglês; pouca ou nenhuma experiência acadêmica e/ou profissional no exterior; e ser cidadão brasileiro.

Benefícios

A bolsa oferece: assistência para o visto de intercâmbio (J-1); passagens ida-volta no Brasil e EUA; custos/taxas para participação no programa; hospedagem em dormitório universitário; seguro-saúde; ajuda de custos para alimentação, compra de laptop, compra de livros e para excesso de bagagem, além de seminário de encerramento em Washington, D.C. 

O processo de seleção consiste no preenchimento dos formulários de inscrição, entrega de documentos comprobatórios e entrevista na Língua Inglesa.

A coordenadora do ILEP no Amazonas, Bruna Freitas, ressalta que professores de todos os Estados do Brasil participam do programa e quatro vagas são destinadas a professores de Língua Inglesa do Amazonas. A  embaixada americana analisa o currículo de cada profissional, que passará pelo exame internacional de proeficiência de Língua Inglesa (Toefl, na sigla em Inglês). “É importante que o professor domine bem o idioma inglês pois é fundamental que ele passe pelo Toefl. Faz três anos que o Amazonas não tem representante no ILEP”, frisou Freitas, que também, é técnica em assuntos educacionais da Gerência de Ensino Médio da SEDUC.

Inscrições

O período de inscrições inicia nesta sexta-feira, 17 de fevereiro, e segue até o dia 17 de março. O candidato-professor de inglês interessado deve entrar em contato pelos e-mails: bruna.freitas@seduc.net /simeire.ramos@seduc.net ou pelos telefones: (92) 98131-4868 / 98816-4000 / 98816-1082. A equipe coordenadora encaminhará o formulário, na qual o candidato deve preencher e levar pessoalmente da SEDUC/Sede, localizada na avenida Waldomiro Lustoza, 250, Japiim 2, Zona Sul de Manaus. Os candidatos passarão por uma entrevista oral e as devidas comprovações para verificar se o docente atende a todos os pré-requisitos. Se aprovado, o candidato será encaminhado para a Embaixada dos Estados Unidos. 

Bruna destaca a importância da participação do professor amazonense no intercâmbio nos Estados Unidos e os benefícios que ele pode trazer para a sala de aula com esse aprendizado fora do País. “A prioridade são aqueles professores que nunca tiveram essa experiência de intercâmbio e eles terão essa imersão com o contato com outro idioma. Quando o professor tem a vivência de uma outra cultura, ele tem propriedade para falar sobre isso com os alunos”, frisou.

Programação

A abertura do International Leaders in Education Program será em Washington D.C.,mas o destino de cada professor será anunciado em outro momento. O professor irá trabalhar não somente a linguística, mas o social. Ele vai participar de trabalhos voluntários;  terá acesso a novas pesquisas, metodologias realizadas nas universidades; irá para as escolas americanas estagiar e dar continuidade nas escolas no Brasil, além de preparar um projeto de extensão para alguma escola, de preferência na qual ele está lotado, pois isso a exigência do professor estar em sala de aula, para que ele dê continuidade ao projeto.

Publicidade
Publicidade