Sábado, 16 de Novembro de 2019
Manaus

Seduc investe R$ 38 milhões em projeto de segurança nas escolas de Manaus

Violência recorrente nas unidades escolares do Estado será combatida com call center, porteiros especializados e equipe de segurança de resposta rápida



1.gif Central de monitoramento, em projeto piloto, já está sendo testada pela Seduc; custo está orçado em R$ 38 milhões
07/06/2013 às 12:17

Para conter o avanço da violência dentro e nas proximidades das escolas da rede de ensino do Estado, a Secretaria de Educação (Seduc) deu início ao projeto piloto de segurança, que já envolve 70 escolas, que conta com um Centro de Operações de Segurança para fazer o monitoramento por meio de câmeras instaladas nas dependências das unidades de ensino, além de um call center (serviço de atendimento por telefone) e uma equipe de segurança de resposta rápida, treinada para lidar com situações de violência e segurança nas escolas.

A meta, segundo o secretário de Gestão da Seduc, Marcelo Campbell, é que em 45 dias o projeto chegue a 230 unidades escolares. “Vamos fortalecer o monitoramento da entrada e saída das escolas com equipes treinadas e capacitadas e, com o apoio do Ronda no Bairro”, disse o secretário de gestão. Segundo Marcelo, o projeto de segurança da Seduc também consiste em colocar seguranças (porteiros) treinados para atuar em ambientes com grande fluxo de pessoas, bem como ter o controle do acesso às escolas.



A medida da Seduc já estava sendo estuda, porém, ganhou outros contornos em razão dos constantes registros de casos de violência nas escolas envolvendo estudantes. Um deles ocorreu no início da noite da última quarta-feira, quando uma estudante de 17 anos, foi esfaqueada na entrada da Escola Estadual Senador João Bosco de Lima, localizada na avenida Noel Nutels, no bairro Cidade Nova, na Zona Norte. Segundo policiais do programa Ronda no Bairro, que atenderam a ocorrência, a estudante levou três facadas, duas no ombro e uma no peito.

O autor do crime é o ex-namorado da estudante, Carlos Castro de Souza, 19, com quem ela tem uma filha de 1 ano e 8 meses. Ele foi preso em flagrante e levado para o 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP), no mesmo bairro, onde foi autuado por tentativa de homicídio, segundo a delegada plantonista Sasha Sodré dos Santos.

A estudante foi socorrida e levada à Policlínica Danilo Corrêa, próxima ao local do crime. Após receber os primeiros socorros, ela foi transferida para o Hospital Platão Araújo, na Zona Leste. O estado de saúde da estudante é grave, segundo informações do hospital.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.