Domingo, 26 de Maio de 2019
ATÉ ABRIL

Permanência de presos na Vidal Pessoa divide opiniões no Centro de Manaus

Segundo a Seap, os presos ameaçados serão transferidos para o CDP 2. Depois disso, a Vidal Pessoa será desativada definitivamente



vizinhos_vidal.JPG
Comerciante se sentem mais seguros com a cadeia por causa do policiamento. (Márcio Silva)
23/01/2017 às 05:00

A permanência temporária de presos da cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, divide opiniões para quem mora nas proximidades. A expectativa da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) é de quem em abril deste anos, os 276 presos que ainda estão na unidade por movimentos de segurança sejam transferidos para o Centro de Detenção Provisória 2 (CDP 2) que está em fase final de construção. 

O autônomo Evandro Barros, 56, mora na rua General Glicério, na Cachoeirinha, a poucos metros da cadeia pública, há mais de 40 anos. Ele disse que não se incomoda com a reativação da unidade prisional e que já está acostumado  com a unidade funcionando. “O que preocupa aqui são os moradores de rua que ficam embaixo da ponte da Sete de Setembro, usando drogas. Quando fica escuro, eles assaltam e deixam a população  com medo”, afirmou ele. 

Já o comerciante Bassam Hawach, 55, que mora na mesma rua pensa diferente e afirmou que a reativação e permanência da cadeia até abril vai deixar os moradores ainda mais apreensivos. “O problema é se houver uma fuga. Eles vão correr direto para cá e isso pode nos prejudicar. Com certeza a reativação da cadeia nos deixou com mais medo”, opinou.

Outros comerciantes que trabalham no entorno da unidade prisional acreditam que a região ficou menos expostas à crimes desde que os presos foram transferidos para a cadeia. Isso porque o policiamento na área foi reforçado e a ação de criminosos inibida rapidamente. “Quando a cadeia fechou, a polícia sumiu daqui. Agora, como o policiamento foi reforçado, ficou melhor para mim e para os meus clientes”, contou um comerciante que pediu para não ser identificado.

Campanha por desativação
A reativação da Vidal Pessoa fez com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) criasse a campanha “Volta às Aulas Sem Medo #Eu apoio”, que faz um apelo às autoridades e pede a desativação imediata e irrevogável da cadeia.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.