Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020
NO HOSPITAL

Segunda vítima do tiroteio no calçadão da Ponta Negra morre no Platão Araújo

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo na tarde de hoje na unidade hospitalar. Maicon tinha 36 anos



plat_o_2.JPG (Foto: Arquivo AC)
24/09/2017 às 16:54

Maicon Rodrigues Gomes, de 36 anos, morreu na tarde deste domingo (24), no Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, localizado no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. O rapaz foi alvejado na noite desse sábado (23) durante um tiroteio no calçadão da Ponta Negra. O amigo dele Ederson Conceição dos Santos, de 26 anos, foi assassinado no local.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para fazer a remoção do corpo na tarde de hoje na unidade hospitalar. Maicon era amigo de Ederson, que foi velado em uma igreja no bairro Santo Agostinho neste domingo.    



Em nota envida a imprensa, o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (IMPLURB)  informou que o homicídio ocorreu depois que dois homens começaram a brigar ainda na área da praia. Ao chegarem no calçadão, eles trocaram tiros e um deles morreu na hora.

De acordo com o Implurb, a polícia está apurando as circunstâncias do incidente.


Mais de Acritica.com

20 Jan
trans_8C3DB8BB-BCF9-43E8-B068-3BED79D3DBF5.JPG

Mutirão retifica nomes e assegura identidade de travestis e transsexuais

20/01/2020 às 20:27

Como o procedimento feito diretamente no cartório não é tão simples (a lista de documentos exigidos é extensa) e nem sempre é barato (custa em média entre R$350 a R$ 400), a ação visa não somente facilitar a vida das pessoas transexuais que desejam alterar o nome e gênero de registro em sua documentação de nascimento, como também vai acompanhar e custear a certidão de tabelionato de protestos


Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.