Publicidade
Manaus
Manaus

Segundo pesquisa do Trânsito Manaus, fluxo está mais complicado, mas há melhorias

Luiz Eduardo Leal, do Trânsito Manaus, diz que trabalho apontou melhorias na avaliação das políticas públicas da cidade 24/09/2015 às 11:29
Show 1
Luiz Eduardo Leal avalia que as pessoas precisam-se conscientizar de que elas têm papel fundamental na melhoria do trânsito local
silane souza Manaus (AM)

Mais educação no trânsito e estudos técnicos aprofundados antes de qualquer obra, bem como, melhoria nas calçadas e asfalto, paradas de ônibus, sinalização e aumento de fiscalização. Todos esses itens  são apontados como as mudanças mais urgentes para melhorar o trânsito de Manaus conforme o  resultado de uma pesquisa realizada pela empresa “startup” Trânsito Manaus, com 688 pessoas entre os dias 17 e 21 de agosto, deste ano.

De acordo com um dos criadores do Trânsito Manaus, Luiz Eduardo Leal, comparando a pesquisa feita em 2015 com a do ano anterior, observa-se que houve diminuição nas ações da administração pública, porém aumentou a educação no trânsito e a sinalização. “Em 2014, a questão da sinalização ganhou nota 0% no quesito “ótima”, já este ano, 1% dos entrevistados acharam a sinalização da cidade ótima”, relatou.

Todavia, Leal conta que a pesquisa mostrou uma enorme contradição em relação às ações dos motoristas da capital amazonense. Conforme ele, quando as pessoas foram questionadas se os motoristas respeitam as leis de trânsito, em Manaus, 94% afirmaram que “Não”, e apenas 6% disseram que “Sim”. Porém, na pergunta seguinte, em que  a pergunta era se a pessoa respeitava as leis de trânsito, 89% dos entrevistados disseram que respeitava, e 11% que não.

O resultado contraditório chamou a atenção visto que as próprias pessoas não conseguem se ver como parte do erro da falta de educação no trânsito. “Quando observamos um dado como esse, vemos que a situação do trânsito na cidade faz todo o sentido. As pessoas reclamando, mas ninguém faz nada para solucionar o problema. Não há sensibilização no trânsito, ou seja, o culpado é sempre os outros e não a pessoa que reclama”, ressaltou.

A pesquisa ainda mostrou que 63,7% dos entrevistados utilizam o carro como meio de transporte mais freqüente, 27% andam de ônibus, 6,3% motocicleta, 1,2% carona, 1% á pé, e 0,9% bicicleta. Quanto a Faixa Azul, 62% não aprovam o projeto, enquanto que 38% são a favor.

O Trânsito Manaus é uma startup voltada para criar soluções para a mobilidade urbana. Nasceu em 2009 e desde então vem promovemos informações sobre o trânsito da cidade. Em 2012, a organização criou o Ônibus Manaus, que é uma plataforma para fornecer informações do transporte coletivo como itinerários e horários dos ônibus.

De acordo com Luiz Leal, o resultado da pesquisa Trânsito Manaus 2015 será utiliza do para a criação de campanhas educativas. O objetivo, conforme ele, é promover a sensibilização da população quanto a colaboração de cada um na melhoria do trânsito da cidade.



Publicidade
Publicidade