Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
Manaus

Seis assassinatos são registrados em apenas 24 horas pelo IML

Dos seis casos, três foram mortes por arma de fogo e duas por arma branca, além de um encontro de ossada em matagal, possivelmente vítima de esquartejamento



1.jpg O mototaxista estava sentado na frente da residência quando dois homens em uma motocicleta passaram na via pública e atiraram contra ele
24/11/2013 às 13:59

O Instituto Médico Legal (IML) registrou, em menos de 24 horas, seis casos de homicídios. Destes, três casos foram mortes causadas por arma de fogo e duas por arma branca, além de um encontro de uma ossada humana em um matagal. Neste último, a vítima possivelmente foi esquartejada e depois jogada no KM 35 da rodovia AM-010.

O caso mais recente registrado foi de um homem, até o momento não identificado, que foi atingido com cinco tiros na rua Pingo D’água, bairro Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus, na madrugada deste domingo (24). De acordo com policiais militares da 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), populares informaram que por volta das 21h um carro modelo Honda Civic, de cor cinza e placas não identificadas, parou na rua e um homem saiu do veículo conduzindo a vítima.

Após empurrá-lo para a calçada, o atirador sacou a arma de fogo e atirou seis vezes. O homem foi atingido com dois tiros na nuca, um no peito, um na nádega e um na perna direita. O corpo ainda não foi reconhecido por familiares no instituto.

O segundo caso foi registrado às 17h de sábado (23), na rua Jaçanã, na casa de número 68, bairro Jorge Teixeira, também na Zona Leste. De acordo com a polícia, o mototaxista estava sentado na frente da residência, onde morava com a família, quando dois homens em uma motocicleta, de características não identificadas, passaram na via pública e atiraram contra ele.

Moradores informaram que a dupla disparou oito tiros, sendo que seis atingiram Rodrigo. Ainda segundo os vizinhos, o mototaxista tinha envolvimento com o tráfico de drogas. Uma das hipóteses investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) é morte por acerto de contas proveniente de dívida de drogas.

Outros casos

Carlos Augusto Muller, 42, morreu após ser atingido por golpes de faca na região do pescoço por volta das 16h de sábado, na rua São Gabriel, bairro Novo Israel, Zona Norte, durante uma briga com o suspeito identificado como João Nogueira Rodrigues.  Depois do fato, o mesmo ainda tentou fugir, mas foi capturado por policiais militares da 18ª Cicom nas proximidades, com a arma utilizada no crime. O caso foi registrado no 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Já por volta das 16h30, Ivanildo Soares da Silva, 30, agrediu a mulher Marta Oliveira de Souza, 31, durante uma briga e morreu depois de ser atingido com uma facada no peito. O crime aconteceu na rua Rosa Madeira, comunidade Santa Bárbara, bairro Jorge Teixeira, após passarem o dia bebendo em comemoração a conquista da casa própria.  Há apenas 15 dias o casal havia comprado a residência onde aconteceu o crime.

O quinto registro foi a morte da estudante Juliana de Souza Gonçalves, 20, na avenida Mulateiro, Loteamento Popular Cordeiro, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte, às 14h30, vítima de arma de fogo. O caso aconteceu no último dia 10 e a vítima estava internada em estado grave no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio e morreu na tarde de sábado, por volta das 15h. O IML fez a remoção e a DEHS investigará o caso.

Uma ossada humana também foi encontrada na tarde do mesmo dia em matagal na rodovia AM-010 (que liga Manaus ao município de Itacoatiara), por um motorista de uma caçamba que fazia um trabalho de limpeza do local. A polícia suspeita que a ossada seja de uma pessoa que foi esquartejada e depois jogada na área.  

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.