Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020
ressocialização

Sejusc apresenta projeto voltado aos egressos do sistema socioeducativo, o #Conectados

Ação encerra a “Semaneca” e tem o intuito de capacitar jovens que cumpriram medidas nos centros socioeducativos



conectados_57DC6D1B-D2C8-4195-88B7-FDFCEEAB4F10.JPG Foto: Raine Luiz / Sejusc
01/08/2020 às 08:44

Finalizando a semana em alusão aos 30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), apresentou nas redes sociais o programa #Conectados, voltado aos adolescentes egressos do sistema socioeducativo do Amazonas. O projeto visa capacitar jovens que cumpriram as medidas nas unidades e promover a ressocialização. 

O projeto #Conectados está em atividade nos cinco centros gerenciados pela Sejusc. A apresentação encerrou a “Semaneca” e ocorreu nas redes sociais da secretaria (YouTube, Instagram e Facebook), com um vídeo de 15 minutos, trazendo as autoridades envolvidas no programa, as quais falaram sobre a importância da iniciativa para a juventude que sai da internação. As gravações ocorreram durante o mês de julho e ainda incluíram a presença de um adolescente que mudou de vida após passar pelo projeto.



O secretário William Abreu, titular da Sejusc, explicou que o projeto surgiu da necessidade de acompanhar os adolescentes que saíram das unidades antes do #Conectados ser implementado, bem como aqueles que estão deixando o sistema socioeducativo atualmente. Ele destaca parceiros como o Sidia, Grupo Queiroz, Águia Soluções, Centro de Ensino Literatus, secretarias de Governo, fundações e outros órgãos na busca de oportunidades aos egressos.

A secretária executiva de Direitos da Criança e do Adolescente da Sejusc, Edmara Castro, explicou que o #Conectados também trabalha o viés familiar, um dos pilares da socioeducação, juntamente com a educação e a parte religiosa. Ela reforça o papel da família na integração do adolescente e como forma de continuação do trabalho executado pela equipe do #Conectados.

“A partir do momento que o adolescente ingressa no sistema socioeducativo, nós trabalhamos todo o apoio à família. Esse aspecto está preconizado no ECA, sendo um direito do adolescente e dever da família, já que ela também tem responsabilidade para com esse adolescente. Nosso papel é trazer a família para dentro do centro, mostrar quais são as obrigações, mostrar que juntos podemos conseguir que esse adolescente tenha uma perspectiva de vida mais positiva do que antes”, explicou.

Reincidência

Levantamento feito pela Vara de Execução de Medidas Socioeducativas do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), em 2019, apontou que ficou em 22,6% o índice de reincidência entre os jovens em cumprimento de medidas socioeducativas, no meio fechado, nos centros socioeducativos da capital.

Tornar o índice ainda menor, segundo Edmara, é outro foco do #Conectados. “Um dos objetivos do projeto #Conectados é a gente diminuir mais ainda a taxa de reincidência, que é o quantitativo de adolescentes que acabam cometendo outro ato infracional e voltando para a unidade. Acreditamos que as parcerias oferecidas pelo #Conectados são capazes de diminuir esse índice porque uma das principais vertentes do projeto é a profissionalização do adolescente”.

Atualmente, a Sejusc coordena cinco centros socioeducativos: Centros Socioeducativos Senador Raimundo Parente, Dagmar Feitosa, Semiliberdade Masculino, Centro de Internação Feminina e Unidade de Internação Provisória Masculina e Feminina.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.