Publicidade
Manaus
TRANSTORNO

Moradores de bairros da zona Leste de Manaus estão sem água nas torneiras há dez dias

Drama da falta de água, que afetou vários bairros na terça, persiste nos conjuntos Petros e Rouxinol; transtorno começou com o rompimento de tubulação 03/03/2017 às 05:00
Show sem  gua
Aos 71 anos, a aposentada Maria Miranda depende da água doada por vizinhos para realizar as atividades domésticas (Foto: Gilson Melo/ Freelancer)
Silane Souza Manaus (AM)

Enquanto milhares de pessoas que ficaram sem abastecimento de água desde a terça-feira de Carnaval tiveram o serviço normalizado na tarde de quarta-feira, os moradores dos conjuntos Petros e Rouxinol completam pelo menos 10 dias sem água nas torneiras.  Em algumas casas falta água há 15 dias. De acordo com eles, o problema começou depois que uma tubulação se rompeu na alameda Cosme Ferreira, bairro Coroado, Zona Leste, no dia 13 de fevereiro. 

Há pelo menos 15 dias, a aposentada Maria Miranda, 71, moradora do conjunto Rouxinol, está recorrendo a uma empresa próxima de sua residência para ter água em casa. A água é doada, mas o esforço que ela faz para levar os baldes cheios até a casa dela está afetando a saúde de Maria. “Minhas pernas estão inchadas de tanto andar e carregar peso. Minha cabeça também dói muito. Mas não tenho para onde correr. Preciso de água em casa, principalmente para fazer comida e tomar banho”, observou. 

A dona de casa Tatiana Rodrigues, 30, é outra que está sofrendo com a falta de água. De acordo com ela, as roupas da família são lavadas com água da chuva. Já as louças ficam acumuladas na pia até ter mais água para poder lavá-las. Ela também pega água na mesma empresa que a aposentada. “Graças a Deus que somos vizinhos desta empresa porque muitas pessoas não têm onde pegar água a não ser comprar. O pior de tudo é que a gente não sabe até quando isso vai durar”, afirmou. 

Prejuízo
Caio Cesar Andrade, morador do conjunto Petros, não tem a mesma sorte de conseguir água de graça. Ele destacou que a Manaus Ambiental não dá previsão de normalização do serviço. “Entramos diversas vezes em contato com a empresa e os atendentes apenas pedem para termos paciência, pois eles sabem do problema. A situação está lamentável! Tenho crianças em minha casa e estamos gastando 20 reais por dia comprando água”, relatou.

‘Melhorias’
A Manaus Ambiental informou que está realizando obras de melhorias no bairro Coroado e os trabalhos ainda estavam em andamento. Devido à complexidade do serviço de interligação de uma rede de 150 milímetros de distribuição de água, que, segundo a concessionária, “irá beneficiar o conjunto Petros, melhorando significamente o abastecimento de água”, a previsão era que a conclusão da obra ocorresse até o final do dia de ontem. 

A empresa informou, ainda, que após as obras, o abastecimento será monitorado e serão aplicados testes para aferição da pressão da água. Conforme a Manaus Ambiental, durante todo o período de trabalho, o abastecimento dos imóveis desta localidade está sendo realizado através de carros pipa, para que não haja o desabastecimento. No entanto, os moradores alegam que os carros pipa não atendem a demanda dos dois conjuntos.

Em andamento
De acordo com a Manaus Ambiental, os trabalhos de melhorias da empresa continuam em andamento em toda cidade e a concessionária se coloca à disposição para dúvidas e informações pelo número 0800 092 0195 ou email faleconosco@manausambiental.com.br

Publicidade
Publicidade