Publicidade
Manaus
CLIMA EM EXTINÇÃO

Prefeitura de Manaus deixa vias das zonas Leste e Norte sem decoração de Natal

As decorações levam o clima natalino para frequentadores de avenidas das zonas Sul e Centro-Sul, mas vias de bairros periféricos não foram ‘abraçadas’ 23/12/2017 às 11:48 - Atualizado em 23/12/2017 às 12:30
Show prefeitura 1
Na alameda Cosme Ferreira, na Zona Leste, nem parece que é Natal: enfeites nem luzes foram pendurados nos postes (Foto: Antonio Lima)
Danilo Alves Manaus (AM)

Enquanto as cores, luzes e enfeites levam o clima natalino para moradores e frequentadores, principalmente, de avenidas das zonas Sul e Centro-Sul, vias de bairros periféricos não foram ‘abraçadas’ pela decoração da PMM

Enquanto algumas avenidas de bairros centrais e de classe média de Manaus receberam a tradicional decoração pública natalina este ano, outras vias com grande fluxo de veículos em bairros periféricos não foram “abraçadas” pelo projeto de Natal da Prefeitura de Manaus -  “O Natal do abraço” -, conceito que norteia toda a decoração dos espaços e logradouros públicos da cidade.

Como de costume, os ornatos (decoração em postes de energia) começaram a ser montados no início de dezembro nas avenidas Carvalho Leal, Eduardo Ribeiro, 7 de Setembro, Mário Ypiranga Monteiro, Umberto Calderaro Filho, Ephigênio Salles, nas ruas João Valério e Pará e entorno da Praça da Matriz, todas localizadas nas zonas Sul e Centro-Sul da capital. Além delas, as avenidas Djalma Batista, Darcy Vargas e Constantino Nery, também na Zona Centro-Sul, foram ornamentadas.

No entanto, em outras partes da cidade, especialmente nas Zonas Leste e Norte, onde se concentra a maioria da população - um total de 893.654 habitantes, segundo o Instituto brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE) - as luzes e enfeites não levam o clima de Natal para quem passa por lá. Apenas as avenidas Max Teixeira e Torquato Tapajós receberam os ornatos.

Não é preciso ir muito longe para se deparar com as discrepâncias na decoração natalina da cidade. Na Avenida Tefé, bairro Crespo, Zona Sul, por exemplo, não houve planejamento para decoração pública. A aposentada Roselina Passos, 63, vive há 40 anos por lá e disse que, antigamente, havia enfeites natalinos em alguns postes, no entanto, com o passar dos anos, a decoração foi retirada da programação. “Eu não sei porque eles fizeram isso, era tão bonito, mas eles não colocaram mais. Infelizmente não parece mais o Natal que eu vivi com meus netos há  anos atrás. Hoje em dia não temos nem iluminação pública, imagina natalina”, reclamou.

Zona Leste

Na Zona Leste de Manaus, a alameda Cosme Ferreira está na mesma situação. Por lá nem parece que o Natal está chegando, apontam os moradores entrevistados pela reportagem. Segundo a prefeitura, apenas uma árvore de Natal foi construída em toda a Zona Leste: no bairro Jorge Teixeira, no meio da rotatória do Produtor. A árvore de 23 metros foi a  terceira a ser entregue à população, no dia 2 de dezembro. Ela tem como elemento central pombas brancas, que representam o Espírito Santo e a paz.

No entanto, a decoração de Natal fica restrita à rotatória. O restante das ruas principais da Zona Leste, como as avenidas Grande Circular e Itaúba, não receberam decoração pública natalina. Tristeza para o comerciante Vinícius Silva Guerreiro, 48, que precisa se deslocar até os pontos turísticos da capital, para apreciar os enfeites com a família e fazer as tão esperadas - e compartilhadas -  fotos com os parentes e amigos. “É interessante passear com os meus filhos pequenos para ver essas decorações, mas é diferente quando vemos o clima natalino bem  perto de casa. Sem as luzes, parece que o espírito de fim de ano fica ‘apagado’. Eu nem reclamo mais, pois o poder público não consegue atender nossos pedidos nem para problemas básicos, como a iluminação pública, quem dirá para isso”.

Decoração ‘caprichada’ no Largo e Ponta Negra

Como acontece em todos os anos, dois pontos turísticos foram priorizados na decoração natalina e atraem centenas de visitantes para tirar fotos nas árvores gigantes e nas luzes e enfeites: a Ponta Negra e o Largo de S. Sebastião.

Campanha

O “Natal do abraço”, campanha da prefeitura para o fim do ano, visa incentivar o protagonismo solidário, onde a população que quer ajudar, seja com bens materiais ou outros tipos de ações solidárias, possa encontrar neste movimento social meios de fazer doações.

 Em todos os pontos onde houver programação da prefeitura, uma equipe do Fundo Manaus Solidário (FMS) ficará disponível para informar como realizar doações. Segundo a prefeitura, o projeto está divido em quatro eixos. O primeiro é o “Espírito de Natal”, e trata da ornamentação da cidade. O segundo eixo é o “Noites Felizes” , com as apresentações natalinas. O terceiro eixo é o “Almoço do Abraço”, com almoços natalinos em áreas periféricas da cidade com pessoas em situação de vulnerabilidade social. Já o último eixo será o “Abraço Virtual”, uma reedição da tradição de envio de cartões, mas virtuais.

Coleta

No conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul, além dos ornatos nas ruas Pará e João Valério, uma decoração especial é fruto da parceria entre a Prefeitura de Manaus e a Associação de empresários do Vieiralves (AEV). Lá, desde último domingo, além da decoração de Natal em todas as lojas, também foram colocadas caixas do tema natalino da prefeitura - ‘Natal do Abraço’ -, onde os clientes e a população que frequenta o bairro poderão fazer suas doações de roupas em bom estado de uso, brinquedos e alimentos não perecíveis, que serão doados a famílias em condição de vulnerabilidade social.

Para o Vieiralves também está programada uma parada de Natal, hoje, com a presença do Papai Noel e da Mamãe Noel, além dos personagens infantis que atuam no Parque Cidade da Criança, no bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

A programação completa  está disponível na página da AEV no Facebook e no site da Prefeitura de Manaus. 

Publicidade
Publicidade