Publicidade
Manaus
Manaus

Sem energia há mais de 72 horas, moradores protestam na avenida Samaúma e dizem sofrer extorsão

Os populares interditaram a principal via do bairro Monte das Oliveiras por cerca de duas horas. Eles dizem sofrerem extorsão por parte dos terceirizados da Eletrobrás Amazonas Energia 15/10/2013 às 16:23
Show 1
Policiais militares compareceram ao local durante a manifestação de moradores
VINICIUS LEAL* Manaus (AM)

Pneus e pedaços de madeira foram incendiados e utilizados para interditar a avenida Samaúma, no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte da cidade, na manhã desta terça-feira (15). Os moradores do local fecharam a via por duas horas em protesto contra a concessionária de energia, já que a região está sem o fornecimento do serviço desde o último sábado (11).


Segundo os moradores, além de sofrerem com a falta de energia elétrica há mais de 72 horas, eles também dizem sofrer extorsão de funcionários terceirizados da Eletrobrás Amazonas Energia, que estariam cobrando quantias em dinheiro ilegalmente para fazer serviços de manutenção no sistema elétrico do bairro.


De acordo com eles, os terceirizados cobram R$ 1 mil para fazer reparos nos transformadores dos postes elétricos e R$ 250 para manutenção em peças pequenas do sistema. Comerciantes do bairro afirmam que os prejuízos com a falta de energia chegam a R$ 15 mil.

A equipe do A CRÍTICA entrou em contato com a assessoria de imprensa da Amazonas Energia e aguarda retorno com informações.

*Com informações do repórter Adriano Silva

Publicidade
Publicidade