Publicidade
Manaus
COM URGÊNCIA

Morador de rua com deficiência mental busca família em Manaus para autorizar amputação de pé

Sem parentes e incapaz, homem internado no Hospital 28 de Agosto depende de familiares e até da Justiça para passar por procedimento cirúrgico urgente 07/08/2018 às 15:42 - Atualizado em 07/08/2018 às 18:28
Show 994
Conhecido apenas como Francisco, homem não sabe dar informações sobre família (Foto: Divulgação)
Isabella Pina Manaus (AM)

Francisco não tem nome certo. Pode até ser Francisco mesmo. Às vezes, diz que é Franci. Há anos, roda pelas ruas de Manaus e vive em situação de rua. Ele, agora, vive novo drama. Está internado no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto precisando de uma amputação urgente do pé, mas não consegue a liberação. Tudo isso porque, como considerado incapaz por ter doença mental, não pode autorizar o procedimento por conta própria.

Todo o drama se desenrolou quando Franciso passou a rodear o hospital, há algumas semanas. Funcionários notaram as condições dele e o acolheram. Deram banho, cortaram o cabelo e cuidaram de toda parte higiênica. A partir daí, foi admitido como paciente, ainda que "anônimo", por conta de uma grave infecção no pé direito. A infecção tinha proporções escabrosas.

Sem família e doente mental, ele não pode tomar decisão nenhuma. O hospital também fica de mãos atadas e aguarda, agora, uma liberação judicial para poder realizar o procedimento. Funcionários, então, passaram a divulgar a foto de Francisco em busca de agilizar o processo. "Nunca apareceu ninguém da família dele aqui. No início, nem queriam o aceitar. Nós (membros da equipe de enfermagem) demos banho e cuidamos do máximo. Mas ele agora corre um risco sério com a infecção, mesmo sendo medicado. Ele tem problema mental, vaga pela cidade. Não sabe dizer o nome, não sabe de onde veio. Está em uma situação completamente lamentável", afirmou uma fonte que preferiu não se identificar.

Franciso, incapaz, à espera de uma liberação jurídica para o procedimento jurídico, vive à base de medicações para conter a forte inflamação e faz intensivo para evitar uma chance real de sepse, quando há um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção inicial. 

Se alguém reconhecer Francisco, que inclusive pode estar diferente nas fotos após a "transformação" higiênica, basta se dirigir até a sede do Hospital 28 de Agosto, na avenida Mário Ypiranga, 1581, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus, e tratar o assunto com os responsáveis. Ele, atualmente, fica alojado na área da enfermagem. O telefone do hospital é (92) 3643-7100.

Secretaria Estadual de Saúde comenta caso

Em nota, a Susam detalha o caso do paciente e reitera o aguardo judicial.

"A Direção do Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto informa que o paciente está internado na unidade desde o último dia 31 de julho e vem recebendo todo atendimento necessário que seu estado requer. No momento, o quadro dele é estável, embora necessite de uma cirurgia de amputação de parte da perna direita acometida por miíase -  infecção de pele causada por larvas de moscas que são depositadas em tecidos cutâneos necrosados ou não. Por ser morador de rua, não tendo nenhum familiar identificado pelo Serviço Social da unidade até o momento, além de ser mentalmente incapaz, a direção da unidade aguarda uma ordem judicial para realizar o procedimento".

Publicidade
Publicidade