Publicidade
Manaus
Manaus

Sem higiene e com irregulares, drogarias são interditadas na Zona Leste de Manaus

Na ação desenvolvida nesta segunda-feira (1), pela manhã, a fiscalização constatou o ambiente sem pia, sem local para descarte e medicamentos armazenados junto com alimentos e bebidas em uma geladeira improvisada 01/12/2014 às 20:37
Show 1
Pela manhã, os estabelecimentos Drogatem e Farmaplus foram interditados, com a suspensão automática do atendimento à população
acritica.com ---

A sala de aplicação de injetáveis da Drogaria Farmaplus (Avenida Brigadeiro Hilário Gurjão, 2295 - Jorge Teixeira, Zona Leste) foi considerada pelos fiscais da Vigilância Sanitária (Visa) de Manaus imprópria e sem nenhuma condição de higiene para o atendimento à população. Na ação desenvolvida nesta segunda-feira, 1º, pela manhã, a fiscalização constatou o ambiente sem pia, sem local para descarte e medicamentos armazenados junto com alimentos e bebidas em uma geladeira improvisada. "É um ambiente contaminante", disse a fiscal da Visa Manaus, Marciléa Gonçalves.

A fiscalização técnica realizada por fiscais do órgão sobre o funcionamento de farmácias e drogarias tem constatado verdadeiros absurdos quanto ao cumprimento da legislação do setor na capital do Amazonas. E, o quadro encontrado na  Drogaria Farmaplus não se constitui em uma exceção. Entre sexta-feira, 28 e a segunda, 1º de dezembro, a fiscalização visitou 12 estabelecimentos, dentre os quais dois estavam com suas portas fechadas e a maioria sofreu interdição.

Na maioria dos casos, a situação se repete entre as infrações encontradas pela fiscalização das autoridades em Saúde Pública: funcionamento irregular do estabelecimento por falta de licença sanitária e ausência do profissional farmacêutico.

Mais semelhante a um pequeno supermercado, com a venda de produtos de bomboniere, picolés, sorvetes e, até brinquedos, as drogarias da cidade ignoram as exigência da legislação, como o Código Sanitário de Manaus, criado em 1997.

A situação da Drogaria Farmaplus expressa o quadro de inúmeras drogarias e farmácias em atividade. Ela foi interditada pela vigilância por estar funcionando sem licença (artigo 13, inciso XXV da Lei 392/97) e ausência do profissional farmacêutico (Artigo 15, da lei 5991/73). Com o agravante da falta de condições de funcionamento do setor de injetáveis. Até a temperatura interna de 35,04 ºC, não era a mais adequada para acondicionamento de medicamentos. "O ideal é o ambiente estar entre 15º e 25º", esclareceu Inez Barancelli, fiscal do Conselho Regional de Farmácia do Amazonas - CRF/AM.

Pela manhã, os estabelecimentos Drogatem e Farmaplus foram interditados, com a suspensão automática do atendimento à população. Após as interdições, os proprietários têm agora 72 horas para procurar a Visa Manaus (Rua Comandante Paulo Lasmar, s/n, conjunto Santos Dumont., no Distrito de Saúde Oeste) para apresentar suas razões e se adequar à legislação da Vigilância em Saúde.

Outras fiscalizações

À tarde, os fiscais vistoriaram ainda as drogarias Rio Grande (avenida Brigadeiro Hilário Gurjão, 2498 - Jorge Teixeira), Nosso Remédio (rua Manjericão, 212 - João Paulo)  e Vida (avenida Mirra, 300 - João Paulo) todas localizadas na Zona Leste de Manaus.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade