Sábado, 07 de Dezembro de 2019
Manaus

Semmas fará arborização na alça de acesso ao Campus da Ufam

Serão plantadas mudas de ipê amarelo, pau pretinho, jutairana e seringueira, como compensação pela necessidade de corte de duas árvores palheteiras que estavam no local onde passará a alça de acesso.



1.jpg Serão plantadas mudas de ipê amarelo, pau pretinho, jutairana e seringueira
26/12/2012 às 18:53

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) promoverá a arborização da área da alça de acesso ao Campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na Avenida Rodrigo Otávio. Serão colocadas grades de proteção e todos os parâmetros do Plano Diretor de Arborização Urbana (Resolução 001/2012 do Comdema) serão seguidos.

No local serão plantadas mudas de ipê amarelo, pau pretinho, jutairana e seringueira, como compensação pela necessidade de corte de duas árvores palheteiras que estavam no local onde passa a alça de acesso. As novas mudas ficarão dispostas na área do entorno, promovendo o conforto térmico para motoristas e pedestres do logradouro.

O projeto de acesso foi elaborado pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e executado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) para proporcionar a melhoria do fluxo de veículos na Avenida Rodrigo Otávio.

De acordo com o Departamento de Arborização e Paisagismo da Semmas, a palheteira é uma espécie que nasce espontaneamente ao longo dos passeios e canteiros centrais da cidade, se espalhando quase sempre de forma desordenada. No caso das árvores identificadas na obra, foi realizada uma análise de risco de queda de árvore, para que a autorização de supressão fosse dada. De acordo com a análise, os dois espécimes já apresentavam podridão em alguns galhos das copas, que estavam descompensadas em função do ataque por fungos.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.