Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
ESCOTEIROS

Sempre alertas, escoteiros colaboram em cinco locais de votação neste 2º turno

Demonstrando sentido de cooperação exemplar, membros sediados em Manaus atuam em três zonas ajudando na orientação a eleitores e até mesmo na locomoção



398ecfa9-aba7-46b3-9b7c-d7fe007c1633_9059AB5B-59A4-4574-966F-B6A1F8183DCD.jpg Foto: Jair Araújo
28/10/2018 às 15:23

Sempre alertas, escoteiros de Manaus colaboraram nas seções eleitorais deste domingo (28) de segundo turno das eleições. Demonstrando sentido de cooperação exemplar, membros sediados em Manaus atuaram em cinco seções ajudando na orientação a eleitores e até mesmo na locomoção de pessoas com deficiência (PCDs) e idosos.

A ação é fruto de uma parceria entre o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) e a Região Escoteira do Amazonas, num plano-piloto que envolve as seções do Instituto de Educação do Amazonas (IEA), Dom Pedro II, Aldeia do Conhecimento, La Salle e Parque Municipal do Idoso. A iniciativa começou a partir do segundo turno das eleições.



Segundo a chefe escoteira do Grupo Ágape Mindu, Gilvanete Lima, 42, só no IEA haviam dez escoteiros sêniors, com idades entre 11 a 17 anos. “Esta parceria está sendo incrível porque nós temos o lema de praticar todos os dias uma boa ação e também, na nossa promessa, honramos Deus, a Pátria e o próximo. Então, ajuda em várias coisas como na questão cívica e à comunidade”, disse.

Segundo ela, o IEA foi escolhido como ponto de trabalho por ser uma seção eleitoral antiga. “Tem muitos que estamos ajudando na locomoção deles até ao local de votação”, explicou a chefe, torcendo para que a parceria se repita em outras eleições. “Esperamos, quem sabe, que haja uma efetividade desse projeto nas eleições”.

Entre os jovens escoteiros era visível nos olhos a satisfação em colaborar para que os eleitores pudessem votar. Atenta à movimentação e ao vai-e-vem no salão central do IEA, a solidária Gabriela Schimpe, de 11 anos, contou ter ajudado quase 70 pessoas. “Posso ajudar meu próximo como amigos e irmãos. Já ajudei 68 pessoas, entre adultos e idosos a encontrar as salas das suas seções. Estou fazendo uma boa ação e quero continuar”, falou ela.

Primeira vez no AM

A juíza de Fiscalização da Propaganda e chefe da 1ª Zona Eleitoral, Andrea Medeiros, disse que a parceria nunca havia ocorrido no Amazonas. A ideia foi pensada para entrar em vigor no 1º turno, porém, o setor precisou de mais tempo para conseguir autorização dos pais dos jovens, bem como prepará-los para orientar a população.

Ela afirma que a iniciativa foi bem recebida pelo eleitor da capital. “Até o eleitor que não tem nenhuma dificuldade gostou da ajuda, mas para quem tem algum problema de locomoção, foi um alívio. Víamos que as pessoas se enterneciam com a colaboração dessas crianças e vamos trabalhar para que funcione no próximo pleito”, disse ela.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.