Quarta-feira, 30 de Setembro de 2020
especializar

Servidoras de projeto do AM que atende vítimas de violência recebem capacitação

Profissionais da “Nova Rede Mulher” que passaram pela formação são assistentes sociais, psicólogas, pedagogas, educadoras sociais e técnicas de enfermagem



formacao1__1__A5468D0E-A6E5-41F2-A5F0-5918345F33D8.jpg Foto: Divulgação
16/07/2020 às 20:28

Encerrou nesta quinta-feira (16) o curso de formação das servidoras que integram o projeto “Nova Rede Mulher”, ação que atende vítimas de violência de gênero. A capacitação foi promovida pela Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e contou com uma lista de palestrantes integrantes da rede de proteção no Amazonas.

O curso começou no dia 7 de julho no Centro Cultural dos Povos da Amazônia, zona sul de Manaus. Um grupo de 41 servidoras se formou após cerimônia simbólica ocorrida na manhã de hoje. O módulo de encerramento tratou sobre “Políticas Públicas e Controle Social”, aplicado pelo Conselho Estadual dos Direitos da Mulher (Cedim). As servidoras que passaram pela formação são assistentes sociais, psicólogas, pedagogas, educadoras sociais e técnicas de enfermagem.



O secretário William Abreu, titular da Sejusc, destacou que todas as participantes da capacitação foram contratadas por meio de processo seletivo da Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental (Aadesam). A capacitação contou com especialistas de vários órgãos, entre eles a Polícia Civil, Defensoria Pública do Estado (DPE-AM), Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e outros órgãos da área de enfrentamento.

De acordo com a secretária executiva de Políticas para Mulheres da Sejusc, Ana Barroncas, as servidoras atuam nos espaços coordenados pela secretaria, como o Centro Estadual de Referência e Apoio à Mulher (Cream), o Serviço de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem), a Casa Abrigo Antônia Nascimento Priante, além da Unidade Móvel e do serviço “Alerta Mulher”. Ela afirma que o objetivo da capacitação é levar mais qualidade no atendimento às vítimas.

“Nós esperávamos muito o reforço dessa mão de obra. Essas mulheres foram contratadas no dia 6 de julho e começaram o curso na mesma semana, mostrando o diferencial do projeto ‘Nova Rede Mulher’. Tivemos a preocupação de capacitá-las para atender especificamente essas mulheres vítimas de violência de gênero, para que elas pudessem chegar nas unidades e encontrassem servidoras preparadas para recebê-las da melhor forma possível”.

‘Nova Rede Mulher’ 

O projeto “Nova Rede Mulher” atende mulheres que estão sofrendo algum tipo de agressão dentro das suas residências ou no convívio familiar, prestando auxílio e suporte para eliminar esse tipo de crime. O objetivo é direcionar as vítimas para os canais de denúncia.

A ação contempla o Eixo II de Ampliação e Fortalecimento da Rede de Serviços para Mulheres em Situação de Violência. O eixo compõe o Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres do qual o Amazonas é signatário.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.