Publicidade
Manaus
BENEFÍCIO

Servidores do SMTU paralisam atividades em protesto por falta de pagamento do dissídio

Conforme o Sindicato dos Agentes de Trânsito e Fiscais de Transporte (Sindtran), este pagamento deveria ter ocorrido em meados de janeiro 13/09/2017 às 11:43
Show winnto
(Foto: Winnetou Almeida)
Isabelle Valois Manaus (AM)

Servidores de carreira da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) paralisaram o serviço na manhã desta quarta-feira (13) como protesto pelo não cumprimento da prefeitura de Manaus no acordo do pagamento da segunda parcela do dissídio coletivo de 2016. Conforme o Sindicato dos Agentes de Trânsito e Fiscais de Transporte (Sindtran), este pagamento deveria ter ocorrido em meados de janeiro.

Os servidores se reuniram no auditório da sede da superintendência, localizado em Flores Zona Centro-Sul de Manaus, onde colocaram em pauta as próximas ações que devem ser tomado caso o pagamento não ocorra nos próximos dias. De acordo com o presidente do Sindtran, Rafael Cordeiro, o reajuste de 4,83 % restante que falta ser paga a categoria, custa uma média de R$ 70.

"Esse pagamento deveria ocorrer em janeiro acordado no dissídio de 2016. Nesse acordo, o reajuste foi parcelado em duas vezes. A primeira chegou a ser paga no ano passado, ficando para este abono pagamento desta segunda parcela, porém não ocorreu. Quando foi no dia 20 de agosto, os servidores de carreira realizaram a primeira paralisação, mas fomos ouvidos pelo prefeito que ordenou o pagamento para o dia 22. Chegamos em setembro e a situação não mudou", explicou o presidente do sindicato.

O próprio superintendente da SMTU também se fez presente durante a reunião e acordou buscar uma nova data para o pagamento desta segunda parcela a ser divulgada na próxima sexta-feira (15). Caso não seja cumprido o acordo, os servidores de carreira afirmam que devem novamente paralisar, mas dessa vez por tempo indeterminado até que o pagamento seja feito.

Atualmente a SMTU possui 220 servidores atuando em todos os setores da superintendência, desse total, 180 são de carreira.

Publicidade
Publicidade