Terça-feira, 07 de Abril de 2020
PODER LEGISLATIVO

Sessão na Aleam é marcada por atraso e ausência de 12 deputados

A sessão de hoje irá compensar a folga que os parlamentares vão receber na próxima quinta-feira (27). Após discursarem, alguns deputados se ausentaram do plenário



ALEAM_IZAIAS_43F0C04B-A1C0-45D8-A9B0-F8E53A4A061E.jpeg Foto: Izaias Godinho
17/02/2020 às 12:19

A sessão plenária compensatória, realizada na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), nesta segunda-feira (17) foi marcada pela ausência de parlamentares. Dos 24 deputados estaduais, apenas 12 registraram presença no painel da casa.

A sessão realizada hoje vai compensar a folga que os parlamentares vão receber na próxima quinta-feira (27), após o Carnaval. O regimento interno determina que os pronunciamentos devem começar às 9h, mas a plenária iniciou às 9h25.



Até horário de início, registraram presença os deputados estaduais Abdala Fraxe (PODE), Adjunto Afonso (PDT), Cabo Maciel (PL), Carlinhos Bessa (PV), Delegado Péricles (PSL), Felipe Souza (Patriota), João Luiz (PRB), Josué Neto (PSD), Roberto Cidade (PV), Saulo Viana (PPS) e Serafim Corrêa (PSB).

Entretanto, após o discurso, alguns parlamentares se ausentaram do plenário, restando apenas cerca de cinco deputados no pequeno expediente.

A deputada estadual Joana d'Arc (PL) utilizou o tempo na tribuna para falar sobre a convocação de 796 bombeiros pelo governo do Estado, que atuarão no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, localizado na Zona Leste de Manaus. A parlamentar afirmou que a militarização do hospital não irá segregar o atendimento e que toda a população será atendida pelos profissionais das áreas da saúde.

"Os convocados são extremamente capacitados dentro de áreas específicas como cardiologia e cirurgias. Por que não utilizar toda essa força para melhorar as condições do Hospital Platão Araújo? Estaremos, nos próximos dias, com os sindicatos e com a pessoas que atuam nesse hospital para realizar uma audiência pública na Aleam", disse a parlamentar.

Apesar da fala da líder do governo, Joana d'Arc, o deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) disse que para o recebimento de recursos oriundos do Sistema Único de Saúde (SUS) o atendimento do Platão Araújo deve estar disponível para toda a população, não somente aos militares. "Tudo o que vier na contramão do SUS, não merece o meu apoio. Eles têm que atender o povo da Zona Leste e não apenas os militares", destacou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.