Segunda-feira, 06 de Julho de 2020
POLÍTICA

Sessões plenárias presenciais retornam nesta quarta-feira (1º) na CMM

Câmara adotou um protocolo de medidas de prevenção contra o novo coronavírus e proteção nos ambientes de trabalho da Casa



CMM-PLENARIO_ROBERVALDO-ROCHA-1300x737_B7F22241-1E9C-4053-98DF-1BA429366443.jpg Foto: Robervaldo Rocha/CMM
30/06/2020 às 18:22

Depois de três meses com sessões plenárias realizadas virtualmente, a Câmara Municipal de Manaus (CMM) retorna com suas atividades presenciais nesta quarta-feira (1), sem a presença do público externo.

A casa adotou um protocolo de medidas de prevenção contra o novo coronavírus e proteção nos ambientes de trabalho da Câmara. O protocolo pede obrigatoriedade no cuidado com higiene pessoal, sanitização de ambientes e distanciamento pessoal.



De acordo com o Presidente da Casa, Joelson Silva (Patriota) o retorno à casa será gradual. “Exatamente como foi o período do Governo do Estado, fazendo o retorno do comércio de forma gradativa. Nós vamos retornar, hoje, com um número reduzido de servidores para não colocar em risco as pessoas. Os vereadores estarão presentes no plenário”, disse.

A imprensa não estará presente no local e ainda não tem data de permissão para coberturas presenciais. De acordo com Joelson, estarão apenas dois fotógrafos e os operadores de câmeras. “Os assessores vão poder entrar de dois em dois, falar com os vereadores rapidamente e sair”, explicou Joelson.

O presidente contou, ainda, que álcool em gel foi colocado em locais estratégicos para os presentes. “Os servidores da administração estarão atuando de forma reduzida também. Vamos analisar nosso retorno. Após 15 ou 20 dias, faremos uma avaliação para ver se podemos flexibilizar mais”, disse. Caso contrário, Joelson afirmou que os cuidados irão continuar e que os critérios usarão de muitas responsabilidade.

Dentre as novas regras está o uso de máscaras, lavagem frequente das mãos com água e sabão ou higienizador à base de álcool 70%, boa higiene respiratória (as pessoas devem cobrir espirros ou tosse usando a parte interna do cotovelo), lavagem de mãos/desinfecção fora do ambiente, obrigatório para a entrada nas dependências da CMM.

Além disso, a casa pede a manutenção da distância mínima de 1,5m entre as pessoas ou utilização de barreira física, limitação do número de pessoas nos ambientes para evitar aglomeração. Uso preferencial das escadas para o deslocamento entre um pavimento e o outro e o uso do elevador com, no máximo, duas pessoas por vez. Contato físico (aperto de mãos, abraços etc.) deve ser evitado.

A Câmara optou por manter, por tempo indeterminado, a suspensão de acesso do público às dependências da Câmara Municipal de Manaus. A entrada dos Vereadores, servidores e colaboradores, nas dependências da CMM, ficará condicionado à aferição da temperatura, por meio de termômetro e cada gabinete de Vereador poderá contar com o trabalho presencial de, no máximo, dois assessores.

O uso da tribuna está suspenso, devendo o Vereador fazer os pronunciamentos da sua bancada. A pessoa (Vereador, servidor ou colaborador) que sentir alguns dos sintomas relacionados à Covid-19 deve procurar imediatamente o setor médico da CMM que tomará as providências necessárias, bem como afastará, preventivamente, por um período de 15 dias, todos os que tiverem tido contato com a pessoa contaminada.

A primeira sessão remota da Câmara Municipal de Manaus (CMM) foi realizada no dia 25 de março. O ato da mesa diretora nº 2/2020 estabelece que as reuniões podem ser convocadas em qualquer dia pelo presidente da Casa, sem a obrigatoriedade de ocorrer às segundas, terças e quartas-feiras.

Maria Luiza Dacio
Repórter do Caderno A do Jornal A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.