Domingo, 26 de Maio de 2019
Manaus

Sete pessoas são assassinadas nas últimas 24h em Manaus

A polícia está tentando identificar um veículo Voyage de cor preta e placa não identificada que foi usado para executar pelo menos três pessoas na Zona Oeste



1.gif
O corpo de Roberto Almeida do Carmo foi achado dentro de um saco plástico
04/07/2015 às 13:57

Sete pessoas foram assassinadas em Manaus desde manhã de sexta-feira até a madrugada deste sábado (4). A polícia está tentando identificar um veículo Voyage de cor preta e placa não identificada que foi usado por pistoleiros para executar pelo menos três pessoas na Zona Oeste da cidade.

Duas pessoas foram mortas na comunidade Campo Dourado, no bairro Tarumã, e outra no bairro Vila da Prata. Além destas, três mortes aconteceram na Zona Leste de Manaus. Os casos foram registrados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

O primeiro homicídio foi do vendedor Cosmo de Souza Lima, 37, assassinado com sete facadas ao reagir a um assalto. O crime ocorreu por volta das 7h de sexta. A vítima foi atacada pelo assaltante Danilo Fernandes da Luz que, por pouco, não foi linchado pela população. Cosmos foi levado para o Pronto-Socorro Platão Araújo, onde morreu por volta das 19h.

Executado

O assaltante e traficante de droga Waldeir Azevedo Guimarães, 22, foi executado com 12 tiros de revólver, por volta das 19h30, no bairro São José 2. A família dele não quis falar sobre o caso. Segundo vizinhos, o clima estava tenso no velório, que aconteceu em uma casa na rua 20. Lá havia pessoas armadas.

Waldeir respondia três processos na Justiça, por porte ilegal de arma, tráfico de droga e associação para o tráfico e roubo, pelo qual havia sido condenado a cumprir cinco e quatro meses de prisão.

Amazonino Mendes

Ainda na Zona Leste, bairro Amazonino Mendes, Alex Costa Nascimento, 19, foi morto com dois tiros, por volta da meia-noite, na rua Penetração. De acordo com familiares, a vítima conversava com um amigo quando chegaram dois conhecidos, um deles identificado como “David” que o chamou pelo nome. Os dois começaram a discutir, e o segundo homem aproximou-se da vítima e fez os disparos.

Campo Dourado

Na comunidade Campo Dourado, por volta da meia-noite, na rua das Acácias, o ajudante de pedreiro Daniel Silva Bentes, 33 anos, foi abordado por dois homens que desceram de um carro preto. Ele foi alvejado com um tiro no olho. O crime foi presenciado pelos filhos adolescentes.

Logo em seguida, na mesma comunidade, o estivador Elias Gomes de Miranda, 49, foi assassinado com dois tiros na cabeça em via pública, na rua Aracuã. De acordo com testemunhas, ele foi abordado por dois homens que desceram do Voyage preto fizeram os disparos e fugiram.

Vila da Prata

Na Vila da Prata, por volta de 00h30, dois homens que desceram de um Voyage de cor preta atiraram oito vezes contra Rodrigo Henrique Santos Bandeira, 21. Seis acertaram a vítima. No momento do crime ele conversava com um amigo na esquina da rua Ajuricaba com a São Januário. De acordo com a testemunha os assassinos estavam encapuzados. Eles começaram atirar de dentro do carro, depois saíram e continuaram atirando.

Corpo em saco

O corpo encontrado dentro de um saco plástico no início da noite de sexta-feira na rua Joinville, Novo Aleixo, foi identificado como Roberto Almeida do Carmo, 19. De acordo com familiares, ele saiu de casa na quarta-feira e não retornou mais. O corpo apresentava hematomas na face, costas, tórax, além de cortes na cabeça. O caso será investigado.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.