Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019
rodovias

Com um mês da 'Lei do Farol Baixo' em vigor, motoristas ainda descumprem a legislação

Nas rodovias BR 319 e BR 174, 827 autuações foram emitidas aos motoristas que infringiram a lei, segundo a Polícia Rodoviária Federal



farol.JPG A maioria dos veículos passam pela barreira com o farol desligado ou apenas com a lanterna acesa. Foto: Euzivaldo Queiroz
11/08/2016 às 21:33

Depois de um mês que a lei do farol baixo entrou em vigor, muitos motoristas ainda são flagrados dirigindo com o farol desligado ou apenas com a lanterna acesa nas rodoviais estaduais e federais. Na manhã da última quinta-feira (11), na AM 070 (Rodovia Manoel Urbano), que inicia na Ponte Rio Negro, de 50 veículos que atravessaram num período de cinco minutos, 30 não cumpriram a lei, mesmo com um aviso instalado na cabeceira da ponte. 

A maioria dos veículos passam pela barreira com o farol desligado ou apenas com a lanterna acesa. A Lei 13.290  tornou obrigatório o uso permanente do farol baixo em trechos urbanos de rodovias federais e estaduais. Porém, no Amazonas, uma resolução determina que a fiscalização aconteça apenas nas rodovias estaduais fora do perímetro urbano e nas federais, que dentro da cidade de Manaus abrangem a BR 319 (que inicia na rotatória da Suframa, na Zona Leste). 



Nesta rodovia e na BR 174, cuja fiscalização é realizada a partir da barreira, 827 autuações foram emitidas aos motoristas que infringiram a lei, segundo a Polícia Rodoviária Federal. A BR 174 lidera o número de autuações. Em julho, foram 290 multas aplicadas. Já neste mês, já somam 190. Na BR 319, a PRF aplicou no mês passado 274 multas. Nestas primeiras semanas de agosto foram 73. 

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AM) foi questionado sobre o quantitativo de multas nas rodovias estaduais desde quando a lei entrou em vigor, mas não respondeu até o fechamento desta edição. 

Orientação

Grande parte dos motoristas flagrados trafegando pela AM 070 na manhã de ontem não ligaram o farol. Na semana em que a lei entrou em vigor, o assunto foi muito comentado e amplamente divulgado pelos meios de comunicação. Porém, um mês depois, alguns motoristas dizem ter esquecido do detalhe. 

“É uma prática que ainda não está em nossa rotina. No início como foi uma polêmica, eu ainda lembrava. Mas confesso que vez ou outra, não acendo o farol”, comentou o motorista Josué Mineiro, 41. 

No posto policial da Ponte Rio Negro, o cabo Rodrigues comentou que muitos motoristas esquecem de ligar o farol. Em dias de semana, pelo menos 700 veículos atravessam a ponte. Em finais de semana, o número salta para 1,8 mil, em média. 

Os policiais, porém, ainda estão procurando orientar ao invés de aplicar a multa. “Neste primeiro trecho, quando notamos que o motorista não acendeu o farol, a gente orienta. Mas na segunda barreira, depois da ponte, não tem mais orientação e o motorista é multado”, comentou. 

NÚMERO

827 - É o número de multas emitidas pela Polícia Rodoviária Federal na BR 319 e BR 174. O valor da multa é de R$ 85,13 ao condutor que trafegar, durante o dia, pelas rodovias estaduais e federais, sem o farol baixo ligado. Somando todas, já foram quase R$ 80 mil reais em multas só nas rodovias federais que abrangem o Estado. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.