Domingo, 18 de Agosto de 2019
Manaus

Sindicato e agentes penitenciários discutem reivindicações em reunião nesta quarta-feira

Entre as reivindicações da categoria, estão: o reajuste de 20% no salário e mais 10% de gratificação de periculosidade



1.jpg Os agentes penitenciários terceirizados do Amazonas se reuniram para discutir as negociações com o sindicato patronal
08/05/2013 às 10:20

Na tarde desta quarta-feira (8), os agentes penitenciários terceirizados do Estado do Amazonas se reunirão com os representantes do Sindicato Patronal, localizado na rua Dr. Almínio, no Centro, Zona Sul de Manaus, para discutir o reajuste de 20% no salário e mais 10% de gratificação de periculosidade.

A categoria não aceitou a proposta da empresa que ofereceu um reajuste de 8% na gratificação oferecido pela empresa que presta serviço de segurança para a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado (Sejus).

Caso não haja acordo, eles pretendem suspender as atividades até que tenham sua demanda atendida. Isso significa a paralisação de 900 funcionários nas unidades prisionais do Puraquequara, Centro de Detenção Provisória (CDP), Instituto Penal Antônio Trindade (IPAT) e Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

Uma reunião foi realizada na noite de terça-feira (7) na sede de sua associação, na Rua Luiz Antony, Centro de Manaus. Na ocasião, os agentes penitenciários terceirizados e a sua associação discutiram as pautas do encontro desta quarta-feira. Os agentes prometem ainda, aguardam a decisão do sindicato e se caso as solicitações não forem atendidas, a categoria deve entrar em greve na próxima semana.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.