Publicidade
Manaus
Após reajuste de 12,37%

SMTU diz que subsídio da tarifa dos ônibus deste ano será pago a partir do dia 11

TJ-AM decidiu reajustar valor da tarifa, que vai custar R$ 3,54, ao acatar pedido das empresas do transporte, as reclamam dívida de R$ 10 milhões 08/04/2016 às 18:43 - Atualizado em 08/04/2016 às 18:49
Show img0017283958
Pedro Carvalho: normalização dos pagamentos iniciam na segunda-feira (Márcio Silva)
Alexandre Pequeno Manaus (AM)

O titular da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Pedro Carvalho, afirmou que o pagamento do subsídio da Prefeitura de Manaus, de R$ 0,15 por passagem, que mantinha a tarifa dos coletivos em R$ 3,00, deste ano, ainda não foi pago por questões técnicas e que isso deve ser resolvido até a próxima segunda-feira (11).

Nesta sexta-feira (8), o desembargador Ari Moutinho, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), decidiu aumentar em 12,37% o valor da passagem, ao acatar pedido formulado pelas empresas de ônibus.

"A prefeitura e o Estado vêm pagando o subsídio, o não tem nada a ver com a tarifa, isso (o reajuste) está relacionado com a tarifa anterior", disse Pedro Carvalho, por telefone, ao A Crítica. "O subsídio do ano passado foi todo ano pago. O desse ano ainda não foi pago porque precisa da aprovação das leis, ou seja, exclusivamente isso não pode ser motivo para um aumento. Creio que essa situação será resolvida a partir da próxima segunda-feira", completou.

Para a Justiça, as empresas afirmaram que a prefeitura "sequer vem honrando com o pagamento do subsídio de R$ 0,15, relativo à redução da tarifa técnica de R$ 3,15  para R$ 3,00. A dívida, sustentam, chega a R$ 10 milhões.

Publicidade
Publicidade