Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019
ACIDENTE AÉREO

Sobreviventes de queda de avião tiveram fraturas e queimaduras

Ao todo, dez pessoas estavam dentro da aeronave, que caiu nas proximidades do Aeroporto de Manaus nesta segunda-feira (16). Apenas uma das vítimas já teve alta hospitalar



16/09/2019 às 18:18

As dez vítimas do acidente aéreo ocorrido no início da tarde desta segunda-feira (16), nas proximidades do Aeroporto Internacional de Manaus, na Zona Oeste, foram hospitalizadas com fraturas e queimaduras. Uma vítima teve traumatismo craniano. Eles foram encaminhados para três hospitais da capital.

Duas das vítimas do acidente aéreo são colaboradores do Governo do Amazonas. Tratam-se de Vanna Agostinho da Mota, 33 anos, presta serviço à Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), por meio de contrato temporário firmado em parceria com a Agência Amazonense de Desenvolvimento Econômico e Social (Aades),  e de Francisco Pereira de Souza, 40 anos, funcionário comissionado da Secretaria de Estado de Trabalho (Setrab).



Vanna e Francisco fazem parte do Conselho Estadual de Assistência Social e estavam a caminho do município de Maués para visitar o Conselho de Assistência Social da cidade, com o objetivo de colher informações para a realização da conferência municipal que discutirá a política da assistência social no estado. A Seas informou que as passagens foram compradas para ambos por meio da empresa que presta esse serviço para a secretaria.

Os colaboradores do Governo do Estado estão sendo atendidos no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, onde chegaram com quadro clínico inicial de fratura.

Estado de saúde

Foram levados para o mesmo hospital, Maria Cristina Magalhães, 51 anos, com suspeita de trauma no tórax e bacia; e Antônio José Maciel de Oliveira, 60 anos, com contusão na perna esquerda. Todos os atendidos no HPS Platão Araújo continuam em avaliações médicas mais aprofundadas.

No HPS 28 de Agosto, estão sendo atendidos Dilson Marcos Kovalski, 56 anos, com queimaduras e fratura; e Dilvete Nunes Magalhães, 45 anos, fratura na perna.

Ricardo Lorentino Koba, 35 anos, que também foi atendido no 28 de Agosto, com dores na coluna e tornozelo, já teve alta.

O piloto Marcos Antônio Mousardo foi a vítima mais afetada, por estar na parte da frente do avião e ter sofrido um maior impacto na hora da queda, o que dificultou o resgate. Ele está sendo atendido no HPS João Lúcio, com fratura na perna. No mesmo hospital também é atendido Dario Teixeira, 35 anos, que ainda está em avaliação do quadro clínico de saúde.

Outra vítima do acidente, André Costa de Oliveira Neves, está sendo atendido no HPS da Zona Norte Delphina Aziz, com quadro inicial de traumatismo craniano encefálico leve.

Acidente

O avião modelo Caravan C202 caiu em uma área verde da avenida Santos Dumont, por volta das 13h10 desta segunda-feira (16). Em coletiva de imprensa após o término do resgate, o comandante geral do Corpo de Bombeiros disse que, para que os militares chegassem até a área do acidente, foi necessário utilizar facões para abrir a mata.

Antes disso, um helicóptero do Departamento Integrado de Operações Aéreas (DIOA), sobrevoou o local para identificar o local exato do acidente.

Por meio de nota, o Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA VII), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), informou que irá investigar as circunstâncias do acidente.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.