Sábado, 14 de Dezembro de 2019
SAÚDE

Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica promove jornada em Manaus

O evento vai discutir e apresentar as principais técnicas, tratamentos e estudos nas áreas de câncer de ovário e de colo de útero



f82ead.jpeg Marcelo Vieira, do Hospital do Câncer de Barretos, é um dos palestrantes do evento
08/08/2017 às 16:26

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Oncológica (SBCO) promove, nesta sexta-feira (11) e sábado (12), a “I Jornada Amazonense de Câncer Ginecológico”. O evento, direcionado a médicos e estudantes de Medicina, vai discutir e apresentar as principais técnicas, tratamentos e estudos nas áreas de câncer de ovário e de colo de útero, sendo este o de maior incidência no Amazonas.

A programação da Jornada inicia na sexta-feira (11), com uma cirurgia de histerictomia radical (retirada total do útero e ovários), que será acompanhada por médicos cirurgiões convidados, oportunidade em que discutirão as técnicas utilizadas nesse tipo de procedimento. O procedimento será realizado no Hospital Santa Júlia. Para o público em geral, as atividades acontecem no sábado (12).



A Jornada contará com palestrantes renomados na área oncológica, como os médicos cirurgiões Marcelo Vieira, do Hospital do Câncer de Barretos e Audrey Tsunada, do Hospital Erasto Gartner, do Paraná. O objetivo do evento é atualizar os profissionais que atuam no estado, sobre o que há de mais moderno sendo oferecido no país para o tratamento desses dois tipos de câncer.

O cirurgião oncológico Jeancarllo Silva, um dos organizadores do evento, explica que o Amazonas oferece aos pacientes os procedimentos cirúrgicos mais avançados no tratamento aos cânceres ginecológicos. A Jornada, disse ele, vai proporcionar aos médicos a troca de experiência, assim como, a abertura de novos conhecimentos para os estudantes de Medicina.

No sábado (12), a programação inicia às 8h, no Hotel Quality, localizado na avenida Mário Ypiranga, 1090, bairro Adrianópolis. Entre as palestras que serão realizadas, estão: “Cirurgia de preservação de fertilidade. Quando indicar?”, com o cirurgião oncológico Marcelo Vieira, e “Cirurgia de resgate no câncer de colo de útero. Quando indicar?”, com a médica Audrey Tsunada.  

Vacinação contra o HPV

Outro tema que será discutido durante todo o evento é a importância da vacinação contra o Papilomavírus Humano (HPV), que é uma doença sexualmente transmissível, com mais de 100 tipos diferentes de infecção. Entre as mais graves formas de manifestação, o HPV pode causar o câncer de colo de útero. “O HPV possui uma relação direta com a incidência desse tipo de câncer. Por isso, é preciso cada vez mais divulgar para a população que a imunização pode reduzir drasticamente o risco do desenvolvimento da doença”, frisou.

A médica Amanda Alecrim, diretora da Clínica Vacinar, uma das apoiadoras do evento, ressalta que há muita desinformação em relação à vacinação contra o HPV. “As pessoas ainda acreditam que a vacina vai influenciar na antecipação da vida sexual do jovem. Isso é um mito. A orientação para que a primeira dose da vacina seja aplicada aos nove anos, é porque entende-se que, nesta idade, ainda não houve o início da vida sexual, portanto, o jovem não teve contato com o vírus e as chances de proteção são maiores”, destacou.

Segundo ela, a vacinação é a maneira mais eficiente de proteger-se contra o HPV. “A longo prazo, a imunização da população trará um enorme ganho para a saúde pública, porque vai ser possível reduzir consideravelmente o número de casos de câncer de colo uterino”, afirmou, frisando que a vacinação também é indicada para os meninos, o que faz com que contribua, também, com a redução de outros tipos de cânceres, como os de boca, pênis e ânus.    

*Com informações da assessoria de comunicação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.