Publicidade
Manaus
NOVA CASA

Sede da SSP-AM é transferida para o estacionamento do Shopping Via Norte

De acordo com Sérgio Fontes, apesar da distância, as instalações são novas e foram devidamente planejadas para abrigar a secretaria.  Um dos problemas que havia na antiga instalação era a falta de vagas para estacionamento 30/04/2016 às 05:00 - Atualizado em 30/04/2016 às 13:20
Show tytutyu
Durante todo o dia desta sexta-feira (29), os servidores faziam a mudança da mobília (Foto: Márcio Silva)
acritica.com Manaus (AM)

A partir da próxima segunda-feira (2), a Secretaria de Segurança Pública (SSP) vai funcionar em um novo endereço. Ela vai deixar de funcionar no galpão na avenida Toquato Tapajós, Flores, Zona Centro-Sul,  e passa a ocupar o estacionamento do Shopping Via Norte, na avenida Arquiteto José Henrique Bento Rodrigues, no Monte das Oliveiras, Zona Norte. “É um espaço amplo e seguro tanto para os servidores como para a população em geral”, disse o secretário do órgão , Sérgio Fontes.

Nesta sexta-feira (29), foi o dia inteiro de mudanças. Uma equipe desmontava e embarcava a mobília e equipamentos no antigo prédio, e no Via Norte havia outra equipe recebendo e fazendo a instalação dos equipamentos e móveis. A perspectiva do secretário é que dentro de uma semana os setores estejam organizados e funcionando plenamente.

De acordo com Sérgio Fontes, apesar da distância, as instalações são novas e foram devidamente planejadas para abrigar a secretaria.  Um dos problemas que havia na antiga instalação era a falta de vagas para estacionamento.

Porém, há outras vantagens estruturais como instalações novas e confortáveis, salas com sistema anti incêndio acesso para cadeirantes. De acordo com o secretário executivo da SSP, Carlos Alberto, a secretaria vai ocupar uma área de aproximadamente 6 mil metros quadrados.

No Via Norte haverá mais de 300 vagas para servidores, advogados e visitantes. “A Zona Norte é uma das mais violentas, só perde para a Zona Leste. Vamos estar onde a população precisa mais da gente para desenvolver as políticas públicas.”, disse o secretário. O estado vai pagar pelo aluguel R$ 125 mil, e terá 30% de economia no valor da energia que era de R$ 96 mil.

Publicidade
Publicidade