Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
AJUSTE

Substituição de 'RETs': Estado repassará excedente de concursados à Prefeitura

Reunião determinou que todos os convocados do concurso da Susam que se apresentarem além da quantidade mínima esperada ficarão cedidos à Prefeitura de Manaus



IMG_9759__1__ED84F411-431A-4B31-A283-BE654602825A.jpg
23/05/2019 às 16:58

O Governo do Amazonas está dialogando com a Prefeitura de Manaus a forma de repor o maior número possível de trabalhadores temporários do Estado que atuam na rede municipal de Saúde, por concursados de 2014 da Susam. Convocados no mês passado, eles substituirão todos os temporários da secretaria estadual, medida que atende decisão do Tribunal de Contas (TCE) de 2017.

Em reunião entre o vice-governador do Amazonas e secretário-chefe da Casa Civil, Carlos Almeida; o secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias; secretários executivos da Susam; e o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, ficou acordado que todos os convocados do concurso da Susam que se apresentarem além da quantidade mínima esperada pela Secretaria, serão cedidos ao Município.



Carlos Almeida destacou que o governador Wilson Lima está atento a essa questão. Ele explica que a chamada dos concursados para substituição dos temporários, da rede estadual e os que trabalham no Município, teve que se dar ainda em abril devido à validade do concurso público de 2014, que terminou em 16 do mês passado. "Tínhamos que atender o TCE e também honrar nosso compromisso de chamar os concursados antes que o concurso não tivesse mais validade", disse.

Na avaliação do vice-governador, Estado e Prefeitura devem caminhar sempre juntos na oferta dos serviços públicos, um complementando a competência do outro. "Uma atenção básica melhor reduz o atendimento nos hospitais, na média e alta complexidade, que é responsabilidade do Estado", ressaltou.

Demandas - O secretário municipal Marcelo Magaldi explica que a maior demanda por profissionais de saúde, que eram do Estado com contrato de serviço temporário, está em unidades da zona sul de Manaus.

Segundo ele, são 240 trabalhadores temporários do Estado que terão que ser substituídos, como médicos, dentistas, pessoal de serviços gerais, agentes administrativos. "Estamos chamando profissionais por processo seletivo e, além disso, estamos dialogando com o Estado para que parte seja substituída por concursados que a Susam convocou", informou.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.