Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Cotidiano, Transporte Público, Transporte Alternativo, Sistema Executivo, microondas, SMTU

Superlotação de executivos será combatida em Manaus

A legislação determina que os micro-ônibus executivos devem transportar passageiros sentados, pagando tarifa de R$ 4,20. Os vidros dos veículos não devem ter película nem cortinas



1.jpg
Veículos foram parados e vistoriados nesta quinta-feira (14), por fiscais da SMTU
17/01/2013 às 15:05

A partir da próxima semana, os veículos que integram o sistema executivo de transporte terão que trafegar apenas com passageiros sentados, como determina a lei.

A Prefeitura de Manaus fez o alerta nesta quinta-feira (17), durante fiscalização da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), na avenida Torquato Tapajós.

Os fiscais abordaram 42 veículos e apreenderam dois micro-ônibus com condutores sem carteira de habilitação e sem documentos que permitem a atividade.

Os micro-ônibus aprendidos foram levados ao parqueamento da SMTU e serão liberados somente após regularização do veículo e pagamento de multa no valor de 31 Unidades Fiscais do Município (UFMs), correspondente a R$ 2.183,64.

A chefe da fiscalização da SMTU, Claudete Sampaio, explica que essa foi apenas uma ação de orientação.

“Como é a primeira operação do ano, estamos alertando os proprietários dos veículos para que possam regularizar os carros. Vamos começar a abordar diariamente e não haverá desculpas para dizer que não sabia”, afirmou.

A legislação determina que os micro-ônibus executivos devem transportar passageiros sentados, pagando tarifa de R$ 4,20. Os vidros dos veículos não devem ter película nem cortinas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.