Sexta-feira, 19 de Julho de 2019
VIRADA

Supersticiosos apostam em tradições e simpatias para a chegada de 2019

Cores das roupas para atrair dinheiro e positividade, além de comidas específicas são algumas das crenças



WhatsApp_Image_2019-01-01_at_00.35.33_C43F29D8-CF7D-4F5F-8249-1307A4A69365.jpeg Foto: Antônio Lima
31/12/2018 às 23:33

Para muitos, a noite da virada é sinônimo de superstição e rituais que vão desde a escolha da cor de vestimentas, orações até mandingas. Tudo para atrair a positividade para o próximo ano.

Nas areias da praia da Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus, o clima não era diferente. A aposta era tons em vermelhas, amarelas e o tradicional branco para entrar 2019 com o pé direito.

A costureira Maria Imaculada Silva, de 43 anos, carregava no pescoço e na bolsa pedras como amuleto da sorte. Na virada, ela veste o vermelho para atrair a paixão.

"No pescoço, estou com a turmalina negra que tira as forças negativas. O olho de tigre também uso e atrai coisas boas, outro amuleto que uso é a vassoura de bruxa que afasta a negatividade e atrai espiritualidade".

Para o próximo ano, ela pede saúde e paz. "Fez um ano que fiz um transplante de medula óssea. E hoje, me sinto muito bem. O que peço a Deus é saúde além do amor", disse.

Amarelo

Esse é o terceiro ano que a industriária Janete Andrade de 39 anos passa a virada de ano na Ponta Negra. Para ela, usar amarelo é fundamental para atrair dinheiro.

Janete Andrade aposta no amarelo para 2019 (Foto: Antônio Lima)

"Desde quando me conheço por gente, eu uso amarelo na virada. É algo que faço todos os anos e acredito que ajuda muito, mas isso depende da fé. O mundo gira em torno de dinheiro. As minhas roupas íntimas são amarelas além da minha blusa. Antes de virar o ano, coloco todo o dinheiro no bolso para atrair a prosperidade", explica.

Branco

Um grupo vindo do Rio de Janeiro aproveitou para curtir a praia manauara. Todos usavam branco. "Eu ainda não conhecia Manaus, estou por aqui há três meses e a ideia do branco é por ser adicional mesmo", disse a militar Edina Cordeiro.

Grupo do RJ apostou no branco tradicional enquanto aguardavam 2019 (Foto: Antônio Lima) 

Até o preparativo para a ceia também teve um toque especial para a virada. Lentilha no arroz e carne de porco estavam no cardápio da família de Maysa Auzier, de 43 anos. "Nada de frango porque cisca para trás. Aqui temos lentilha e ainda uma carne ao molho madeira, mas nada que fuja da tradição de final de ano", disse.

Programação

Além do Complexo Turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste, a Orla do Amarelinho no bairro Educandos, na Zona Sul, e o Shopping Popular Phelippe Daou, na Zona Leste também são pontos de festa para a comemoração da chegada do Ano Novo, na capital.

Ao todo, passarão pelos três palcos mais 130 artistas em quase dez horas de show que finaliza nas primeiras horas de 1° de janeiro. O Reveillon deste ano é marcado pela solidariedade às vitimas do incêndio ocorrido no ultimo dia 19 no bairro de Educandos. Em cada ponto de festa, vai haver coletas de doações para as vítimas do ocorrido.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.