Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019
Manaus

Suspeito de esfaquear DJ para não pagar dívida é preso em Manaus

Seis meses depois do crime, Carlos foi preso depois de voltar para Manaus, onde passaria um tempo na casa da mãe.  Ele é acusado, juntamente com um comparsa, de dar dez facadas no DJ e técnico de informática Iann Wenery



1.jpg Carlos pensou nos detalhes do crime e queria que a polícia pensasse que se tratava de um latrocínio, roubo seguido de morte, para se livrar da dívida
09/05/2013 às 13:26

O prestanista Carlos da Silva Rodrigues Júnior, 23, conhecido como ‘Júnior Cego’, foi preso na manhã desta quinta-feira (9), na casa da mãe, localizada na rua Juruna, no Conjunto Boas Novas, bairro Cidade Nova II, Zona Norte de Manaus. Ele é acusado, juntamente com um comparsa, de esfaquear o DJ e técnico de informática Iann Wenery, 24, no dia 24 de outubro de 2012. O suspeito ficou com raiva da vítima após a mesma cobrar uma dívida referente à venda de um carro.

De acordo com o delegado titular do 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP),Ricardo Leite, que coordenou a ação policial, a polícia recebeu informações de que Carlos estava no município de Iranduba (distante a 25 quilômetros de Manaus), porém, eles foram informados que o suspeito havia voltado para Manaus e estava passando uns dias na casa mãe.

Os policiais civis ficaram de tocaia e conseguiram prender Carlos, em cumprimento de mandado de prisão expedido pelo juiz Francisco Pessoa Almada, do Plantão Judicial Criminal.

Crime

O DJ negociou um carro modelo Gol, de cor Bege, placas JWT-0051, com ‘Júnior Cego’ e o pai dele no mês de agosto de 2012. O valor acertado foi de R$10 mil. Os compradores argumentaram que só poderiam repassar o dinheiro após a venda de uma propriedade. Como Iann já conhecia Carlos por serem moradores do mesmo bairro, ele resolveu acreditar na promessa e vendeu o veículo.

Depois de passar o prazo do pagamento e receber cobranças há pelo menos dois meses do DJ, Carlos se irritou e procurou a vítima dizendo que já tinha o valor da dívida. Ele e outro homem, identificado como David Andrade Cordeiro, conhecido como ‘Sapão’ e procurado por cometer roubos na região, entraram no veículo do DJ e no caminho desferiram dez facadas nele. Carlos ainda disse para a vítima que os golpes eram o pagamento da dívida. A dupla roubou os pertences do técnico.

"Sapão" continua foragido

De acordo com o delegado, Carlos pensou nos detalhes do crime para que a polícia pensasse que se tratava de um latrocínio, roubo seguido de morte, para se livrar da dívida.

Na delegacia, o suspeito negou o crime e disse que estava fazendo companhia para ‘Sapão’. Segundo ele, foi o amigo quem decidiu roubar o celular do DJ e desferiu as facadas para não ser reconhecido pela vítima.

Carlos foi autuado por tentativa de homicídio e será encaminhado à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa. Ele havia sido preso, ainda no mês de outubro, mas foi liberado pela polícia por ser no período eleitoral.

Foragido

David Andrade, o ‘Sapão’, continua foragido e a polícia está à procura dele. O homem é acusado de participar ativamente no crime e já tem passagens pela polícia por roubo.Qualquer informação pode ser repassada à polícia pelos telefones 190, 181 e 3641-1010.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.