Sábado, 20 de Julho de 2019
Manaus

Suspeito de matar empresário em junho é preso pela polícia

Jorge Patrício Azevedo Neto, 26, desapareceu no dia 24 de junho deste ano e seu corpo foi encontrado dois dias depois no bairro Tarumã, na Zona Oeste



1.jpg Jorge foi visto sozinho pela última vez, enquanto fazia um saque em dinheiro da agência bancária do Bradesco, localizada na avenida Djalma Batista
30/08/2013 às 13:09

Geiser Soares Dias, 30, conhecido como “Titão”, foi preso por uma equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) no município de Parintins - localizado a 325 quilômetros de Manaus. Ele foi apresentado à imprensa na manhã desta sexta-feira (30) na sede da especializada. Ele é apontado como um dos suspeitos de ter participação no assassinato do empresário Jorge Patrício Azevedo Neto, 26, que desapareceu no dia 24 de junho deste ano e seu corpo foi encontrado dois dias depois no bairro Tarumã, na Zona Oeste.

De acordo com o delegado Antônio Rondon, Geiser disse em depoimento que a morte foi planejada após uma briga que ele teve com Patrício durante a Festa do Cupuaçu em Presidente Figueiredo no mês de maio. Segundo o suspeito, Patrício o agrediu e com a ajuda dos irmãos Josué e Pedro, eles mataram o empresário. A polícia investiga o paradeiro dos outros envolvidos.

Crime

O corpo de Patrício foi encontrado dentro de um saco escuro em avançado estado de decomposição no matagal de um ramal, na comunidade Cristo Rei. Jorge foi reconhecido pelo tênis que usava quando desapareceu. Ele foi visto pela última vez na agência do Banco Bradesco, situada na Djalma Batista, Zona Centro-Sul. A chave da motocicleta do empresário também foi encontrada no local do crime na ocasião.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.