Domingo, 15 de Dezembro de 2019
Manaus

Suspeito de matar motorista da linha 448 tem prisão preventiva decretada, em Manaus

A prisão preventiva de Linekim Araújo foi decretada pelo Plantão Criminal do Tribunal de Justiça no início da tarde deste domingo (3). Força-Tarefa trabalha para localizar e prender ele e um comparsa, que ainda não foi identificado.



1.jpg Além de Linekim Marinho, a polícia busca informações sobre comparsa dele, que também está foragido
03/01/2016 às 16:13

Um dos suspeitos de ter assassinado o motorista da Eucatur, Márcio José Gama da Silva, 37, na última sexta-feira (01), no bairro Cidade de Deus, na Zona Norte, teve a prisão preventiva decretada pelo Plantão Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), no início da tarde deste domingo (03).

Identificado como Linekim Marinho de Araújo, 23, conhecido como “Diabinho”, ele é apontado pela Polícia Civil por ter desferido a facada que matou o motorista, após ele e um comparsa promoverem um arrastão na linha 448, onde Márcio trabalhava.



Durante todo o final de semana, uma Força-Tarefa composta por policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (DERF), Grupo Fera e  Secretaria Adjunta Executiva de Operações (Seaop), esteve empenhada na caçada ao suspeito. Mas o suspeito ainda não foi localizado

Ainda conforme a Polícia Civil, além de Linekim, um  outro homem também participou do crime. Porém ele ainda não foi identificado. Agora, a polícia trabalha para levantar informações que indiquem a identidade do segundo suspeito  para também representar pela prisão dele.

Enterro

Márcio Gama foi enterrado na manhã deste domingo, no cemitério Parque Tarumã, na Zona Oeste. Durante o cortejo, familiares e amigos prestaram as últimas homenagens ao motorista e cobraram agilidade na investigação do caso.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.