Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
NO ALEIXO

Suspeito de participar de triplo homicídio no conjunto Tiradentes é preso

Idomar Silva Fernandes, 40, conhecido como "Babidi", é apontado como um dos responsáveis pelas mortes de Igson Batalha Lima, 18, Lucas Custódio de França, 23, e Sarah Feitosa Custódio, 19



homem_5618FF4C-7B97-4B6B-8B31-8DDDA0C6B561.JPG Foto: José Marcos Parente
27/09/2019 às 12:25

Idomar Silva Fernandes, 40, conhecido como "Babidi", é um dos 9 suspeitos de terem participado de um triplo homicídio em novembro de 2018. Foram mortos Igson Batalha Lima, 18, Lucas Custódio de França, 23, e Sarah Feitosa Custódio, 19. Eles foram torturados e assassinados em uma área de mata do conjunto Tiradentes, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul.

Idomar foi apresentado nesta sexta-feira (27) na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste. Segundo o delegado Charles Araújo, adjunto da DEHS, os criminosos fazem parte de uma organização criminosa que atua na Comunidade União, bairro Parque 10 de Novembro, Zona Centro-Sul de Manaus.



O delegado informou que o ex-marido de Sarah seria dessa facção criminosa que domina a área da Comunidade da União. Os membros da facção desconfiavam que Sarah estava passando informações para uma facção rival, e montaram um plano para matá-la. No dia 29 de novembro de 2018, o grupo foi até a casa das vítimas e sequestrou Sarah, o seu namorado Igson, e seu irmão Lucas.

De acordo com Charles, os três foram levados para que não houvesse testemunhas do crime. Em seguida levaram o trio para a área de mata no Conjunto Tiradentes. Lá, torturaram as vítimas, amarraram os braços e as executaram com vários tiros na cabeça e no tórax.

Na noite do dia 29 de novembro, um vigilante que passava pelo local, informou a localização dos corpos. Desde então a polícia vem investigando o caso.

Em maio deste ano, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) desencadeou a operação "Anubis", na Comunidade da União. O intuito era cumprir mandados de prisão de envolvidos em homicídios na cidade.

Foram presos na operação "Anubis" Elielson Silva dos Santos, o "ZL",  Elienton Viana Barroes, 34, conhecido como "Pato", que seriam mentores do crime, Arnison da Silva Gomes, 31, o "Alegria", e Manoel Junior Almeida de Souza, 25. Um adolescente de 17 anos foi apreendido por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de entorpecentes.

Segundo o delegado, um outro adolescente envolvido no crime morreu. Raimundo Rivaldo, o "Cafezinho", foi preso no estado do Pará. Idomar é o oitavo suspeito a ser preso. Restando apenas Bruno Barbário, o "Xibu", que encontra-se foragido.

Idomar foi indiciado por homicídio triplamente qualificado e vai ser encaminhado para o Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde vai ficar à disposição da Justiça.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.