Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Manaus

Suspeito de tentar matar a mulher com 12 facadas por conta de ciúmes é preso na Zona Norte

'Estou arrependido porque agora estou prejudicado. Não tenho emprego e meus filhos dependiam de mim', desabafou



1.jpg Ele foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e agressão física
31/01/2015 às 11:36

O industriário Harrisson de Souto Silva, 30, foi preso em flagrante após uma tentativa de homicídio contra a esposa, a dona de casa Valéria de Freitas Santana, 20. Após ser preso por policiais civis do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Harrisson confessou ter desferido 12 golpes de faca na vítima por ciúmes e traição.

O crime aconteceu na manhã de sexta-feira (30), na Rua da Frigello, bairro Flores, Zona Norte de Manaus. Harrisson foi preso na noite de sexta, na Rodoviária, com passagem para Presidente Figueiredo. Na delegacia, ele disse que está arrependido. "Estou arrependido porque agora estou prejudicado. Não tenho emprego e meus filhos dependiam de mim", desabafou.



Em depoimento, o industriário diz que flagrou Valéria com um outro homem nas proximidades da casa da mãe dela, quando a procurava para reatar o relacionamento. "Eu fiquei com raiva e fiz isso". Segundo ele, a faca utilizada no crime só estava na mochila porque ele trabalha no 3º turno e usa como defesa pessoal. "Eu não saí de casa para matá-la. Aconteceu porque fiquei com raiva e peguei a faca que não era para isso".

De acordo com o padrasto de Valéria, Jonas Oliveira Colares, 42, a jovem estava separada há uma semana. “Não houve traição, ela tinha saído de casa porque ele era muito ciumento e quase não deixava que ela falasse com a família”, contou. Jonas disse ainda que o casal já havia se separado várias vezes e que Harrisson nunca aceitava o término.

O casal morou na mesma casa por cinco meses, de acordo com Jonas. "Não era uma relação saudável desde o início". Valéria está internada no Pronto Socorro 28 de Agosto onde já passou por duas cirurgias. Segundo Jonas, dois golpes que atingiram a veia do coração e o tórax foram os mais graves.

A delegada do 12º DIP, Fabíola Queiroz, informou que Harrisson foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e agressão física. Segundo Fabíola, ele não tinha passagem pela polícia. "Ao que tudo indica ele era um trabalhador e tinha muito ciúmes da companheira". 




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.