Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
DESVIO

Suspeito que faturava R$ 80 mil por desvio de medicamentos é preso em flagrante

Os fármacos pertenciam ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado. Roger Lima Duarte era funcionário terceirizado na unidade hospitalar



WhatsApp_Image_2019-11-01_at_11.20.20_8B84ACD4-7C48-495A-8FC3-6CFAA99998A4.jpeg Foto: Jair Araújo
01/11/2019 às 14:05

O conferente Roger Lima Duarte Gonçalves, 22 anos, foi preso em flagrante na noite de quinta-feira (31), por volta das 18h30, no bairro Nova Cidade, Zona Norte de Manaus, por desviar medicamentos do Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, onde trabalhava há três anos como funcionário terceirizado.

Ao policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos Furtos e Defraudações (Derf), o suspeito confessou o crime e afirmou que os fármacos eram enviado a cidade do interior do Estado. Roger faturava entre R$ 60 mil e R$ 80 mil. Segundo o conferente, ele chegava a faturar cerca de R$ 2 mil a R$ 4 mil. Segundo a investigação, o prejuízo para a unidade hospitalar está avaliado em aproximadamente R$ 100 mil.



Durante a prisão, comandada pelo delegado de Polícia Civil Guilherme Torres, titular da Derfd, foi apreendido cerca de 3.691 ampolas e frascos de medicamentos. Com Roger, foram encontrados 1 mil ampolas de Tramadol, 120 frascos de Ampicilina, 280 frascos de Imipeném, 150 frascos de Meropénem, entre outros medicamentos, que estavam dentro de caixas de papelão dentro do carro do homem.

Foto: Erlon Rodrigues/Assimp PC-AM

“Nós estamos há um mês investigando a questão desses furtos de medicamentos. A direção do hospital informou que tinham constatado a subtração de alguns medicamentos e passamos a trocar informações, junto com eles, e monitorar a entrada e saída de medicamentos. Na tarde de ontem (31), percebemos uma atitude estranha de um funcionário, onde ele saía com alguns carrinhos com várias caixas de papelão e colocava no carro particular dele. A partir desse momento, nós fizemos uma vigilância e acompanhamos o veículo. Em um determinado momento, fizemos a abordagem e foi constatado aproximadamente 4 mil frascos de medicamentos”, explicou o delegado. 

Roger foi autuado em flagrante pelo crime de peculato e foi conduzido para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital, e permanecerá à disposição da Justiça.

Susam

Em nota a Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam) lamentou o desvio de medicamentos e ressaltou que está trabalhando para não comprometer os pacientes que necessitam dos fármacos subtraídos.

Conforme a nota emitida pela secretaria, de acordo com a direção do HPS João Lucio Machado, o funcionário, que atuava na farmácia da unidade, começou a ser monitorado a partir de setembro, devido às atitudes suspeitas e a observação de divergências significativas na movimentação de estoque.

"Um exemplo é o Alprostadil, cujo estoque fora abastecido pela Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) no dia 2 de outubro com 200 ampolas e no dia 8 do mesmo mês havia apenas 100 ampolas, sem registro de uso. O funcionário alegou que os mesmos tinham sido usados em permuta com outras unidades, mas não apresentou processo administrativo comprovando o procedimento, como é de costume. Dois dias depois, o estoque estava zerado, embora tenha sido registrada no período apenas uma permuta de 30 unidades. Também não foi registrada saída para setor ou paciente", informou a Susam. 

Ainda na nota, a Susam lamentou o ocorrido. "A Susam lamenta atitudes como estas, que prejudicam diretamente os usuários da rede pública de saúde e está tomando todas as medidas para reforçar o controle nas unidades, além de confiar no avanço das investigações da Polícia do Amazonas, inclusive na identificação dos receptadores dos produtos desviados", complementou. 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.