Publicidade
Manaus
Manaus

Suspeitos da morte de motorista de ônibus na Cidade de Deus já foram identificados

Márcio morreu após ser esfaqueado no tórax, em um assalto, no fim da tarde de ontem, no ponto final da linha 448, bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus 02/01/2016 às 11:22
Show 1
Motorista que morreu esfaqueado é velado na manhã deste sábado
marcela morais ---

O motorista de ônibus da empresa Rondônia Transportes, Márcio José Gama da Silva, 37, está sendo velado na manhã deste sábado (2), na igreja Adventista do Sétimo Dia, localizada na rua Danilo Areosa, bairro Compensa 1. Márcio morreu após ser esfaqueado no tórax, em um assalto, no fim da tarde de ontem, no ponto final da linha 448, bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

De acordo com a irmã da vítima Márcia Gama, 35, a família recebeu a notícia por meio de uma cobradora que testemunhou o crime. Os suspeitos seriam dois adolescentes aparentando ter 16 e 17 anos que roubaram todos que estavam no local. Segundo ela, Márcio tentou render o assaltante que estava com uma arma quando o outro suspeito deferiu um golpe de faca nas costas do motorista que atingiu a veia do coração.

Segundo testemunhas o motorista chegou a ser socorrido e encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo, mas não resistiu ao ferimento. Ele morreu por volta das 18h.  Marcio era casado e deixa três filhos, ele trabalhava há nove anos como motorista.

De acordo com o Secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sergio Fontes os suspeitos do crime já foram identificados por testemunhas e agora toda a polícia está envolvida no caso. “Foi feito um cerco na área do crime onde várias equipes estão envolvidas, não tenho dúvidas que em breve nós vamos prender esses criminosos”, afirmou. 

Homenagens

Hoje tarde o velório segue para a funerária São Francisco, avenida Noel Nutels, Cidade Nova, ao lado do T3, onde colegas de trabalho irão prestar suas últimas homenagens. Amanhã quando sair da funerária, o cortejo deve passar pela garagem da Eucatur e depois segue para o sepultamento no cemitério Tarumã.

O local do crime é sempre alvo de arrastões

A assessoria de comunicação do Sinetram informou, que o local onde ocorreu o crime tem sido alvo de arrastões e confirmou que os ônibus que atendem aquela área foram recolhidos ontem, por orientação do Sindicato dos Rodoviários.  Segundo o órgão, os ônibus da Eucatur foram para garagem.

Em nota, a Prefeitura de Manaus lamentou a morte do motorista e informou que "solicitará ao Sistema de Segurança Público (SSP) do Estado rápidas respostas e ações que possam garantir a irrestrita e total segurança, tanto de profissionais, quanto de usuários do transporte coletivo da capital do Amazonas".


Publicidade
Publicidade