Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
DESARTICULADOS

Suspeitos de integrar quadrilha que praticava arrastões em colégios é presa, em Manaus

A prisão ocorreu no momento em que eles se preparavam para mais um arrastão no bairro Coroado



dhauydgw.JPG O bando é suspeito de integrar uma organização criminosa especializada em arrastões a alunos da rede pública de ensino. (Foto: Winnetou Almeida)
13/08/2016 às 10:25

Quatro suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em praticar roubos a estudantes de instituições de ensino da rede pública, situadas no bairro Coroado, Zona Leste, foram apresentados nesta sexta-feira (12), durante coletiva de imprensa realizada no prédio da Delegacia Geral. 

De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular da Delegacia Interativa (DI), o homicida e assaltante Elciney Andrade da Silva, 23, é um dos mais perigosos do bando. Além dele foram presos, na noite de quinta-feira (11), também os comparsas identificados como Cleydison Rocha Soares, 26, Vanderley Ribeiro da Cunha, 29 e Willian Nelsen Nunes Fernandes, 20. 

Segundo Brasil, o quarteto foi preso nas proximidades de uma escola pública, localizada na avenida Beira Rio, bairro Coroado, Zona Leste. 

“Eles estavam nos preparativos para praticar mais um arrastão naquela área. O foco principal deles são estudantes, pois sabem que os alunos moram com os pais, tem um celular legal e por isso escolhem esses tipos de vítimas”, explicou.

Roubo a mão armada

A principal atividade de Elciney é o roubo a mão armada. A pistola ponto 40 era do cunhado, de nome não revelado, que foi executado por envolvimento no tráfico de drogas. Segundo o delegado, depois da morte do cunhado, o foragido foi ao quarto e pegou a arma, que era de propriedade do cunhado. Conforme Brasil, Elciney responde na justiça por cinco roubos majorados.

“Ele já assaltou a padaria Lindopan, o 4º Cartório de Ofício, o Grupo Rodão, entre outros”, revelou. Elciney e os comparsas foram capturados em veículo, modelo Pálio, de placas JXI 3370, após várias denúncias feitas à equipe “Guardião”, além também das realizadas ao grupo da Caravana da Cidadania, que fica dentro das escolas. “Por conta dessas denúncias, nós investigamos e conseguimos capturá-los”, disse.

Além dos roubos, o foragido responde também por homicídio. Em 2011, ele assassinou a própria namorada. Na coletiva de imprensa, ele informou que o tiro foi acidental. 

Tatuagem

Elciney tatuou a figura do palhaço nas costas e disse ao delegado que era para ganhar poder dentro dos presídios. “Ele disse que dentro da cadeia a tatuagem dá moral pra ele e por isso resolveu fazer uma de palhaço”, disse. Elciney foi encaminhado de volta ao Compaj, ontem pela manhã.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.