Segunda-feira, 16 de Dezembro de 2019
Manaus

Tabosa tem diploma cassado e não deve tomar posse nesta terça, em Manaus

A vereadora não eleita e suplente de Ronaldo Tabosa, Glória Carrate (PSD), que pediu a cassação do mandato dele é quem deve assumir uma das 41 cadeiras na CMM, de acordo com a liminar expedida pelo Juiz plantonista Marco Antonio Pinto



1.jpg Ronaldo Tabosa
31/12/2012 às 16:25

O vereador eleito e apresentador de TV Ronaldo Tabosa (PP) teve o diploma cassado nesta segunda-feira (31), pelo juiz plantonista Marco Antonio Pinto e por isso não deve participar da cerimônia de posse dos vereadores, que será realizada na Câmara Municipal e Manaus – CMM, nesta terça-feira (01).

A vereadora não eleita e suplente de Tabosa, Glória Carrate (PSD), que pediu a cassação do mandato dele é quem deve assumir uma das 41 cadeiras na CMM, de acordo com a liminar.



O advogado de Ronaldo Tabosa, Yuri Dantas, considerou a decisão do plantonista Marco Antonio Pinto, absurda, uma vez que o Tribunal Regional Eleitoral e o Tribunal Superior Eleitoral estão em recesso, e afirmou que vai recorrer.

“O mandato de Tabosa foi cassado através de uma ação cautelar expedida por um juiz plantonista, a liminar não foi confirmada pelo TRE e nem pelo TSE, eu nunca vi isso antes. O Tabosa não teve como se defender, ele não vai para posse amanhã (terça), mas nós vamos entrar com uma série de medidas para reverter esta situação”, disse Dantas.

O acrítica.com tentou falar com Glória Carrate através de várias ligações. Na primeira vez uma pessoa identificada como Sandra, que disse ser irmã da vereadora não eleita, atendeu e falou que a mesma havia esquecido o celular em casa. Nossa equipe, porém, ligou novamente durante a tarde e a suplente não retornou as ligações.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.