Publicidade
Manaus
Manaus

Taxista e mulher são presos por receptação de carro roubado e utilizar documento falso

Paulo Ricardo da Silva Brandão, 27, foi autuado por roubo majorado e adulteração de documentação. Ele usava o veículo como táxi. Luciane Ferreira foi autuada por receptação de carro roubado. Em depoimento, ele disse que não sabia que o veículo era roubado  26/10/2015 às 15:29
Show 1
Segundo o delegado Péricles Nascimento, titular da DERFV, Paulo Ricardo da Silva Brandão e Luciane Ferreira foram presos nas proximidades da Estrada do Puraquequara
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Duas pessoas foram apresentadas nesta segunda-feira (26) a tarde na sede da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) por crimes de roubos, receptação de carro roubado, adulteração na documentação e uso de documento falso.

Paulo Ricardo da Silva Brandão, 27, foi autuado por roubo majorado e adulteração de documentação. Ele usava o veículo Corolla, de cor branca e placas OAB-2582, como táxi.

Este era o veículo utilizado por Paulo Ricardo da Silva Brandão

Segundo o delegado Péricles Nascimento, titular da DERFV, Paulo foi preso na Estrada do Puraquequara, na Zona Leste, após denuncia anônima. A outra acusada é Luciane Ferreira Sousa, 37. Conforme Nascimento, ela também foi presa na mesma rua acima.

“Ela comprou o carro de um presidiário e teria tirado a placa original e colocado uma falsa”, explicou o delegado. Ela em depoimento negou o crime e disse ter comprado o carro no site OLX. Os dois serão encaminhados à cadeia pública da cidade.

Luciane foi autuada por receptação por ter comprado o carro modelo Celta, de cor prata e placa JXS-1351, que ela disse não saber que era roubado.

Publicidade
Publicidade