Publicidade
Manaus
Manaus

Temporal: Manaus registrou ventos de até 76 km/h e parte da cidade ficou sem energia

Corpo de Bombeiros e Eletrobras Amazonas Energia se espalharam pelas ruas da cidade para fazer retirada de árvores tombadas e manutenção da rede elétrica 29/08/2015 às 14:42
Show 1
A maioria dos registros foram de árvores caídas sobre as residências, em via pública e fiações elétricas.
Kamyla Gomes ---

O Corpo de Bombeiros do Amazonas informou que somente neste sábado (29), durante a forte chuva, a corporação teve diversos chamados, totalizando mais de 50 solicitações de ocorrências. A maioria foi quedas de árvores e destelhamentos de casas. As zonas Norte e Leste ficaram sem energia.

Conforme a assessoria de imprensa dos Bombeiros, a grande totalidade para os chamados foi de árvores caídas sobre as residências, em via pública e também sobre a fiação elétrica. Outros chamados foram para os destelhamentos. As equipes foram espalhadas pela cidade dando suporte para a população.  

Queda de energia

Em consequência das descargas atmosféricas e ventos de aproximadamente 50 a 76 quilômetros por hora (Km/h), muitas árvores, placas, outdoors e outros materiais caíram sobre a rede de energia elétrica, rompendo os cabos e ocasionando vários desligamentos em praticamente toda a cidade, com maior incidência nas zonas Norte e Leste de Manaus.

As informações foram confirmadas por meio de nota pela assessoria de imprensa da Eletrobras Amazonas Energia. O órgão ressaltou também que todas as equipes da empresa estão mobilizadas para regularizar o sistema elétrico da cidade no menor tempo possível.

Defesa Civil

A Defesa Civil Municipal registrou neste sábado (29) pelo menos 12 ocorrências entre destelhamentos, tombamentos de árvores e acidentes de trânsito. Houve também, em diversos pontos, semáforos apagados devido à falta de energia em alguns locais. A maior parte dos chamados foi também nas zonas Leste e Norte.

Acidentes

Devido à queda de energia, alguns semáforos ficaram apagados durante a chuva. Houve colisão de veículos no cruzamento das avenidas Cosme Ferreira e Efigênio Sales, no bairro Coroado, e entre carro e caminhão na avenida Pedro Teixeira, Dom Pedro. Agentes do Manaustrans foram ao local.

Temperatura

O Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) informou que a tempestade que caiu em Manaus neste sábado (29) foi provocada por um aglomerado convectivo, que causou grande volume de águas, rajadas de vento e descargas elétricas isoladas.

Conforme o medidor localizado no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes (EG), até 4h o céu estava claro, mas uma nebulosidade formou-se rapidamente entre às 5h e 6h, quando teve início a chuva.

O Sipam informou ainda que durante o evento, que produziu volume de chuva da ordem de 5 milímetros, a temperatura caiu de 27°C para 22°C, enquanto os dados de ventos registraram rajadas de 76 km/h (EG) e 58 km/h (1º DISME) por volta das 7h local.

Publicidade
Publicidade