Segunda-feira, 19 de Outubro de 2020
Manaus

Termina rebelião em cadeia feminina após protesto por comida e água

As detentas teriam iniciado o tumulto durante o horário do almoço que teve feijoada como cardápio do dia. As internas teriam reclamado de comida estragada. Outra reivindicação das internas era a falta de água, que já duravam três dias, já que as caixas d’água apresentavam defeitos



1.jpg Policiais da Rocam ajudaram a conter a rebelião
26/10/2012 às 16:39

Por volta das 14h, desta sexta- feira (26) encerrou uma rebelião na ala feminina de um grupo de internas da cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, localizada na Zona Sul de Manaus. Três pessoas sofreram queimaduras e foram socorridas por ambulâncias, segundo o Corpo de Bombeiros.

As detentas teriam iniciado o tumulto durante o horário do almoço que teve feijoada como cardápio do dia. As internas teriam reclamado de comida estragada.



Outra reivindicação das internas era a falta de água, que já duravam três dias, já que as caixas d’água apresentavam defeitos. A exigência foi atendida pelo coronel PM Lourismar Bonates. Duas novas caixas d’água foram adquiridas e o Corpo de Bombeiros abasteceu.

De acordo com informações de testemunhas, as presas atearam fogo em colchões e renderam uma mulher numa cela durante tumulto. Após a rebelião foi feita uma revista e foram encontrados celulares e armas brancas.

No inicio da tarde, familiares das detentas foram ao local, e desesperados se alglomeraram no portão da cadeia pública na tentativa de obter informações sobre a situação.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.