Publicidade
Manaus
Manaus

Terminal da Cachoeirinha é fechado para obras e mudança traz dúvidas aos passageiros

O T2 foi desativado temporariamente para obras e os passageiros deslocados para pontos distribuídos nas Avenidas Carvalho Leal e Itacoatiara. A mudança trouxe muitas dúvidas aos usuários 13/06/2015 às 12:13
Show 1
A SMTU disponibilizou 15 fiscais para distribuir panfletos e tirar dúvidas da população
Juliana Geraldo Manaus (AM)

O Terminal de Integração da Cachoeirinha (T2), zona Sul, foi interditado na manhã deste sábado, 13, para reformas. A obra que já havia sido anunciada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) está orçada em R$ 2,1 milhão e tem previsão de entrega de 120 dias (quatro meses).

Com o terminal fechado, os usuários que faziam a integração no local foram deslocados para quatro pontos nas proximidades do T2, sendo dois deles localizados na Avenida Carvalho Leal (um em frente ao Supermercado DB e outro em frente a funerária São Francisco) e dois localizados na Avenida Itacoatiara (um em frente à Igreja Universal e  o segundo em frente à distribuidora Zé Mirim).

A transição para os pontos provisórios foi considerada tranquila pelo presidente da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Pedro Carvalho. “O primeiro momento é sempre de esclarecer as alterações aos usuários, mas é importante que eles entendam que a mudança é provisória e visa um bem maior que é a entrega de um terminal apropriado para o uso do passageiro”, defendeu   
   
Dúvidas
Mas para alguns usuários que utilizam o terminal para se deslocar, a manhã foi de muitas dúvidas.  Apesar de já saber da mudança e ter a ajuda dos panfletos da SMTU para informar os locais de embarque e desembarque, a comerciante Yula Montenegro, 48, se disse confusa com as alterações. “Mudou muita coisa e acaba atrasando a nossa rotina. Hoje (sábado) ainda está tranquilo, mas e segunda-feira, quando o movimento for maior como vai ser?”, questiona.

Outra reclamação dos passageiros foi em relação à integração que agora é feita dentro dos coletivos. “Quem possui o cartão Passa Fácil não tem dificuldades, mas quem paga com dinheiro acaba tendo que pagar de novo. Eu moro em Autazes e cheguei hoje em Manaus. Vou ter que esperar até segunda-feira para fazer o cartão. Achei desorganizado”, opinou.

Informações
A SMTU informou que os usuários podem obter mais informações sobre as rotas dos ônibus e pontos de embarque e desembarque pelo site do órgão (smtu.manaus.am.gov.br) ou pelo pelo SAC SMTU, discando 118. Informações sobre como proceder com a integração temporal e como emitir o cartão Passa Fácil também podem ser obtidas por esses canais. Em torno de 15 fiscais do órgão estarão distribuindo panfletos e dando informações aos passageiros durante os primeiros dias da mudança.

Publicidade
Publicidade