Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2017-04-07_at_16.09.55.jpeg
publicidade
publicidade

MORTES NA UPP

Tia de detento diz que reconheceu sobrinho decapitado em foto nas redes sociais

Até o momento, duas mortes foram oficialmente confirmadas no presídio do Puraquequara. Familiares dizem que clima de tensão vem há duas semanas


07/04/2017 às 16:44

Muitos familiares de presos da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) se encontram em frente à unidade onde duas mortes já foram confirmadas nesta sexta-feira. O clima é de apreensão com a falta de informações consolidadas. 

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) afirmou que está fazendo um procedimento de contagem de presos e após o fim deste processo irá oficializar o número de mortos na unidade. 

Uma tia do detento Leonardo de Souza, de 23 anos, disse que identificou o sobrinho morto em fotos que circulam nas redes sociais. O preso foi decapitado e outros dois ainda estariam amarrados dentro da cela.

publicidade

Segundo os familiares, o clima de instabilidade dentro do presídio já dura mais de duas semanas.

Uma mulher que não quis se identificar, mas se apresentou como esposa de um dos detentos responsáveis pela morte de 'Boca Rica', afirmou que o assassinato do detento foi decretado por Zé Roberto da Compensa em janeiro. Segundo ela,  só agora, com o clima mais tranquilo no sistema prisional, a ordem foi dada.

O clima ainda é tenso no presídio. Do lado de fora, é possível ouvir palavras de ordem gritadas pelos detentos. Muitos familiares reclamam da falta de informações por parte das autoridades.

publicidade
publicidade
Suspeitos de ataques a igrejas e hotéis são presos no Sri Lanka
Ataques simultâneos atingem igrejas e hotéis no Sri Lanka. Mortos já são 150
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.