Publicidade
Manaus
ELEIÇÕES

Total de bens de candidatos ao Governo do Amazonas soma R$ 5,8 milhões

Candidato à reeleição, Amazonino Mendes é o que tem o maior patrimônio declarado - R$ 3,27 milhões. Wilson Lima, por sua vez, declarou possuir R$ 55 mil 14/08/2018 às 09:48
Show candis cfaeeb33 cae0 43ef afa3 6824ebcf8bbe
acritica.com Manaus

Na lista dos seis candidatos ao governo do Amazonas, o atual detentor do cargo,  Amazonino Mendes (PDT) aparece como o mais rico com bens declarados à Justiça Eleitoral no valor de  R$ 3,42 milhões. E o jornalista Wilson Lima (PSC) é o mais pobre com R$ 55,9 mil. As informações foram disponibilizadas pelo site do sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) junto aos registros de candidatura realizados no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM).

Na eleição suplementar, Amazonino declarou R$ 3,27 milhões o que indica um aumento de 153 mil ao seu patrimônio. A candidata a vice-governadora Rebecca Garcia (PP), que também participou da eleição do ano passado, teve uma redução de R$ 457 mil na quantia de bens declarados, saindo de R$ 3,8 milhões para 3,4 milhões.

O candidato pela coligação “Amazonas com Segurança”, senador Omar Aziz (PSD), é o segundo mais rico ao cargo de governador com R$ 1,5 milhão. Quando foi eleito senador, os bens consistiam em terrenos, veículos, aplicações e depósitos no valor de R$ 1,6 milhão. Já o vice da chapa, Arthur Bisneto (PSDB), conseguiu aumentar o patrimônio em pouco mais de R$ 103 mil desde quando foi eleito nas últimas eleições gerais.

A quantia de R$ 582 mil foi declarada pelo candidato da coligação “Renova Amazonas”, deputado estadual David Almeida (PSB). Na relação de bens está uma casa, apartamento e veículo automotor. Depois do impasse em relação às alianças e escolha do vice pelo PT, foi registrada a candidatura de Jorge Guimarães que possui duas casas, quotas ou quinhões de capital e um veículo com o valor total de R$ 257 mil.

O candidato do PSTU, o servidor público federal Sidney Cabral possui uma casa avaliada em R$ 150 mil e um veículo de R$ 13 mil, totalizando R$ 163 mil. O do PSOL,  Berg da UGT informou possuir um veículo de R$ 65 mil.

Wilson Lima declarou R$ 55 mil composto por participações societárias, depósito bancário e caderneta de poupança. O candidato, que foi pessoalmente fazer o registro de candidatura, ontem, ressaltou que se sente preparado para enfrentar as máquinas públicas durante a campanha.

Publicidade
Publicidade