Publicidade
Manaus
Manaus

Trabalhadores morrem atingidos por 70 placas de mármores na Zona Norte de Manaus

Investigadores da Polícia Civil foram ao local do acidente e um relatório sobre as causas do acidente será emitido em 20 dias; segundo diretor do Sindicado de Cargas o fato foi uma "tragédia anunciada" 27/05/2013 às 18:55
Show 1
Acidente em marmoraria deixa duas vítimas
ACRITICA.COM Manaus

Dois trabalhadores morreram após aproximadamente 70 lâminas de mármore desmoronarem sobre eles, na tarde desta segunda-feira (27), no pátio da loja Mármore e Granitos Torre Gran, localizada na Avenida das Torres, Zona Norte de Manaus.

O motorista José Antonio Fernandes Melo e outro homem, identificado apenas como Enock, morreram na hora; ambos eram funcionários da loja, segundo o diretor do Sindicato de Cargas.

 De acordo com informações da assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros, os trabalhadores estavam colocando as peças, que pesavam em torno de 300 quilos cada, em um caminhão quando o cavalete de madeira cedeu e derrubou as placas.

Os proprietários da empresa não estavam no local na hora do acidente e não emitiram nenhum comunicado expondo o seu posicionamento até o começo da noite desta segunda-feira.

Investigadores da Polícia Civil foram ao local e um relatório sobre as causas do acidente será emitido em 20 dias. O caso está registrado no 20° Distrito integrado de Policia (DIP).

Empresa não credenciada

O diretor do Sindicado de Cargas (SINDICARGAS), Hudson Rodrigues, esteve no local do acidente e revelou em entrevista que o órgão recebe diariamente várias denúncias e que o ocorrido é considerado uma tragédia anunciada. “Os trabalhadores sempre ligam para denunciar a falta de estrutura das empresas, e a falta de condição de trabalho como alimentação, segurança e salários”, disse o diretor.

Sobre o ocorrido, Hudson Rodrigues garantiu que o órgão vai cobrar da empresa, que não é cadastrada no sindicato, toda a assistência necessária para as famílias das vítimas. “Vamos ficar de olho para que todos os benefícios sejam pagos as famílias", finalizou.

Publicidade
Publicidade