Publicidade
Manaus
Manaus

Traficante é preso e polícia encontra carta de detento com pedido de justiça na Zona Norte

Na carta com erros de português, o preso suplica que Gleuson o ajude a cobrar uma dívida com um homem conhecido como ‘Paxoca’. O desafeto teria apanhado drogas com uma traficante sem efetuar o pagamento 03/09/2013 às 09:04
Show 1
O suspeito é conhecido por traficar entorpecentes no bairro Riacho Doce e era procurado pela polícia por envolvimento em homicídios
Bruna Souza Manaus, AM

Gleuson Bernardo Ladislau, 29, foi preso no fim da noite dessa segunda-feira (2), após ser reconhecido por policiais militares da Força Tática. O suspeito é apontado pela polícia como traficante conhecido no bairro Riacho Doce e também era procurado por envolvimento em homicídios. No bolso da calça do mesmo, a polícia encontrou uma carta na qual um detento pede para que Gleuson desse ‘um susto’ em um desafeto.

Segundo a descrição da carta com visíveis erros de português, o preso suplica que Gleuson o ajude a cobrar uma dívida com um homem conhecido como ‘Paxoca’. O próprio detento, que não teve o nome revelado por Gleuson, solicita que o traficante dê um jeito no ‘mau pagador’,  com coronhadas para ele aprender a respeitar a traficante conhecida como 'Rosane', de quem teria apanhado drogas sem efetuar o pagamento.

De acordo com o tenente Lira Wallason, durante a prisão que aconteceu na avenida Noel Nutels, na Zona Norte de Manaus, por volta das 23h, o suspeito estava dentro de um veículo modelo Honda Civil, de cor dourada, quando foi reconhecido pelos policiais. Gleuson não quis dar explicações sobre a carta e se limitou a dizer apenas que havia recebido o pedido durante a tarde de segunda-feira e ainda não havia lido. O suspeito foi preso em cumprimento de mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz Genesino Braga Neto, da 10ª Vara Criminal.

Lira disse ainda que Gleuson não reagiu à prisão e com ele, além da carta, foram apreendidas quatro munições de calibre 38 e um celular. Ele também é suspeito de cometer uma tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte) e homicídio em abril e junho deste ano.

Gleuson foi levado ao 6º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e será encaminhado na manhã desta terça-feira (3) à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

Publicidade
Publicidade