Publicidade
Manaus
Manaus

Traficantes viram ‘donos de rua’ e penduram bonecos de palhaço nos postes para ameaçar a polícia

Símbolo de matador de policial é colocado bem ao alto em plena luz do dia para também alertar moradores, que são orientados a se recolher mais cedo 31/08/2015 às 10:24
Show 1
Palhaços foram pendurados nos postes da rua Porangatu, bairro Redenção, Zona Oeste de Manaus
Fábio Oliveira Manaus

Já se viu boneco Judas pendurado em postes como forma de protesto pela traição a Jesus, mas palhaço é a primeira vez. Traficantes de drogas que comandam a rua Porangatu, no bairro Redenção, Zona Oeste de Manaus, colocaram dois palhaços para intimidar a ação policial na região. 

Segundo um morador da rua, que manteve o nome em sigilo por conta de represália, os traficantes penduraram os palhaços em plena luz do dia e para todos os moradores verem. Conforme o morador, o motivo seria para intimidar a polícia, no caso a 17ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que é a responsável pela ronda ostensiva no bairro. Na gíria da bandidagem, tatuagens de palhaço são uma forma de identificar matadores de policiais.

 Segundo o denunciante, os traficantes estão dando toque de recolher na rua. “Só fica quem é usuário e está consumindo droga e os aviãozinhos. Quem é trabalhador tem medo e se recolhe cedo”, explicou.

O traficante que comanda a rua Porangatu, segundo o morador, é um homem que veio do bairro da Compensa, Zona Oeste de Manaus.

Ele informou não saber o nome dele, mas afirmou que era novo na área e que a primeira ordem foi colocar os palhaços no poste, que na gíria dos criminosos significa matador de policial. O MH foi informado de que as viaturas não estão descendo na rua Porangatu, por conta das supostas ameaças.

Nos bairros Redenção e Bairro da Paz existe uma grande disputa por pontos do tráfico de drogas. Há dois meses, a DEHS prendeu Márcio André Paiva Rodrigues, o “Márcio André”, forte traficante da área e homicida.

Segundo a DEHS, ele já matou oito pessoas, todas no bairro Redenção e bairro da Paz.  A suspeita, segundo o denunciante, é de que o novo traficante tenha ficado no lugar de Márcio André. A rua Porangatu fica próxima da Bajé e Carauari, duas ruas bastante conhecidas pela população e pela polícia por ser área vermelha.

Publicidade
Publicidade