Segunda-feira, 25 de Maio de 2020
PIM

Transire reabre fábrica e garante empregos por quatro meses em Manaus

Operação está sendo retomada em dois turnos para garantir distanciamento dos colaboradores e uma série de medidas de prevenção foram adotadas



a791ab32dc3563e948276beaf45fb48d_34D74239-C024-481A-A708-6F43FBEEF543.jpg Foto: Divulgação
09/04/2020 às 18:02

A Transire Eletrônicos, fabricante de terminais de pagamento instalada no Polo Industrial de Manaus, realizou diversos estudos, inclusive analisando medidas adotadas por empresas chinesas, para retomar sua operação com segurança. A planta industrial está paulatinamente voltando a operar dentro de um programa piloto e estava fechada desde o dia 24 de março para proteger os colaboradores do contágio do novo coronavírus.

Segundo Gilberto Novaes, presidente da Transire, a decisão de voltar ao trabalho visa dar maior suporte aos mais de 2,2 mil funcionários e suas famílias.



“Analisamos a conduta de empresas chinesas e adotamos diversas práticas que irão assegurar um ambiente seguro e controlado. Já avisamos também que não faremos demissões nos próximos 4 meses em decorrência do coronavírus”, explica Novaes.

Uma das principais medidas para retomada da operação da Transire é a divisão da jornada de trabalho em dois turnos, o que irá garantir o distanciamento necessário entre os funcionários dentro da fábrica.

A empresa também disponibilizou transporte próprio com equipamentos de proteção individual (EPIs) e está oferecendo 3 refeições diárias.

A empresa está fornecendo ainda cestas básicas reforçadas que poderão também ajudar a abastecer as comunidades onde vivem, especialmente nos bairros mais periféricos, uma medida para assegurar alimentação de qualidade e maior imunidade, diminuindo os riscos de contaminação.

Aos que desejarem e não tiverem contraindicações, a empresa também está oferecendo a possibilidade de comprar polivitamínicos com custo subsidiado através do aplicativo de entregas PediJá, já que a carência de vitaminas pode deixar mais vulnerável ao contágio.

O kit com 2 caixas pode também ser adquirido diretamente nas 9 lojas da Drogaria Santo Remédio, bastando apresentar o crachá das empresas Transire, Callidus, PartumLog e Instituto Transire.

Verba transformada em doações

Para apoiar o combate ao coronavírus no Amazonas, a Transire e a Callidus entraram com pedido de liminar para utilizar recursos destinados a pesquisa e desenvolvimento (P&D), que seriam repassados para Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), para aquisição de insumos hospitalares.

Os recursos deverão ser utilizados ainda no primeiro semestre de 2020 e todo material hospitalar adquirido ou produzido deverá ser doado à secretaria de saúde do estado (Susam). A liminar foi concedida pela juíza federal Jaiza Maria Pinto Fraxe, titular da 1ª Vara Federal do Amazonas.

O dinheiro de P&D será também utilizado para apoiar a construção de um hospital de campanha com capacidade de até 144 leitos para cuidar de pacientes com Covid-19.

A unidade será montada pela Prefeitura de Manaus no Centro Integrado Municipal de Educação (Cime) do Lago Azul e estará sob administração do Grupo Samel.

A Transire também já doou 20 impressoras e 39 kg de filamentos para UEA produzir máscaras que serão destinadas aos profissionais de saúde do Amazonas.

Software de monitoramento

Com o apoio do Instituto Transire, foi desenvolvido também um software de monitoramento, acessível pela Internet no computador ou celular, que permitirá mapear as condições de saúde dos colaboradores e familiares.

Dotado de inteligência artificial, o sistema ajuda, a partir de uma série de perguntas, a identificar se o colaborador ou alguém da família está com sintomas do coronavírus e, dependendo do estado de saúde, encaminhar um enfermeiro ou médico até sua casa.

A empresa também apoiou o desenvolvimento, em parceria com o plano de saúde Samel, de um chatbot para atendimento aos pacientes por telemedicina, evitando que se desloquem para o hospital sem necessidade.

“Preparamos a Transire para receber nossos colaboradores com segurança e entendemos que é melhor estarem em nosso ambiente de trabalho controlado do que circulando pelas ruas. Todos precisa entender que este não é um período de férias, mas de isolamento. Continuaremos não medindo esforços para proteger a família Transire”, finaliza Novaes.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.