Quinta-feira, 12 de Dezembro de 2019
Manaus

TRE monta posto para cadastro de biometria no Comando Militar da Amazônia

De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-AM, Messias Andrade, essa unidade atenderá, no primeiro momento, exclusivamente militares e seus familiares



1.jpg De novembro até ontem 725 mil eleitores fizeram a biometria em Manaus
11/12/2015 às 10:03

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) inicia hoje as atividades do décimo ponto de atendimento do recadastramento biométrico. O posto funcionará no Comando Militar da Amazônia em frente ao Shoping Ponta Negra.

De acordo com o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-AM, Messias Andrade, essa unidade atenderá, no primeiro momento, exclusivamente militares e seus familiares. “É um público em torno de 30 mil eleitores. O CMA vai organizar o atendimento que não é por agendamento eletrônico como nos outros postos”, explicou.



O secretário disse que a expectativa do TRE-AM é que, a partir da primeira semana do mês de fevereiro, sendo concluído o atendimento do eleitores militares, o posto seja aberto ao público. “O Comando Militar da Amazônia cedeu os militares para trabalhar no cadastro, o espaço físico e a Internet”, disse Messias Andrade sobre o termo de cooperação técnica entre o CMA e o TRE-AM.

Além deste, a Justiça Eleitoral montou outros nove pontos para coletar os dados biométricos do eleitorado de Manaus. Até ontem mais de 700 mil pessoas já haviam sido atendidas. Para marcar o serviço, é necessário acessar o site do TRE-AM (www.tre-am.jus.br) e clicar no link agendamento. O sistema abre para novos agendamentos nos dias 1º, 10 e 20. Um dia antes do atendimento é enviado um SMS ao eleitor para lembrá-lo do compromisso.

O TRE-AM instalou unidades da biometria no Centro de Atendimento ao Eleitor (Cate) em sua sede na avenida André Araújo, Zona Centro-Sul; nos PACs Via Norte e Via Leste; no Serviço Social da Indústria (Sesi), na Alameda Cosme Ferreira, Zona Leste; na Arena da Amazônia, na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa); na Faculdade Nilton Lins, bairro Flores; no Balneário do Sesc; e na Secretaria Municipal de Educação na rua Maceió, bairro Adrianopólis, Zona Centro-Sul.

Para fazer o recadastramento biométrico são exigidos o comprovante de residência que pode ser uma fatura de água, luz ou telefone e o original de documento de identidade: a carteira de identidade ou de trabalho ou a carteira nacional de habilitação.

Cerca de 900 pessoas estão envolvidas na coleta dados da biometria em Manaus. Além de 300 estagiários contratados pelo TRE-AM, participam do processo servidores cedidos pela Assembleia Legislativa, Câmara Municipal de Manaus e Prodam.

Outros

O cadastramento biométrico também está sendo realizado nos municípios de Autazes e Careiro Castanho. Já passaram pelo procedimento o eleitorado dos municípios de Careiro da Várzea, Iranduda, Itacoatiara, Manacapuru, Novo Airão, Presidente Figueiredo e Rio Preto da Eva.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.