Aglomeração

Três festas clandestinas são fechadas durante fiscalizações em Manaus

Ao todo, mais de mil pessoas foram flagradas nos locais de aglomeração em total desrespeito às normas de combate à Covid-19

Portal A Crítica
09/05/2021 às 21:42.
Atualizado em 09/03/2022 às 07:30

(Foto: Divulgação/SSP-AM)

Três festas clandestinas foram fechadas após a chegada dos agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF), na noite de sábado (8), na Zona Centro-Cul e Norte de Manaus. Ao todo, mais de mil pessoas foram flagradas nos locais. 

Na festa Bday pelo fluxo, dois homens,  sendo o responsável pela banda e o chefe de segurança do local, foram detidos e levados para delegacia para os procedimentos cabíveis. Além das festas,  três estabelecimentos, que estavam promovendo aglomeração e não tinham documentação para funcionar como restaurante, foram interditados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). 

Ao todo, 13 locais foram vistoriados pelos agentes de fiscalização e dois foram notificados por apresentar irregularidades. Participaram da CIF policiais civis, militares, Corpo de Bombeiros Militar, Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Procon e Visa Manaus. 

De acordo com o fiscal da FVS, Antônio Júnior, aglomeração e total desrespeito às normas de combate à Covid-19 foram constatados durante as fiscalizações de sábado. 

“Nós interditamos três estabelecimentos, um o A Firma, outro era lanche do Jacaré e outro um lava-jato que tinha denúncias do 190. Nós também cancelamos três festas clandestinas. Uma festa clandestina tinha aproximadamente 300 pessoas, no parque das laranjeiras e também muita gente no lava-jato”, informou. 

Sobre as interdições dos bares, o fiscal afirmou que os procedimentos foram adotados pela ausência de Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) e por promover aglomeração. 

Assuntos
Compartilhar
Sobre o Portal A Crítica
No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.
© Copyright 2022Portal A Crítica.Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por
Distribuído por