Publicidade
Manaus
Manaus

Três integrantes de grupo que assaltou joalheria na quinta-feira são presos pela polícia

As prisões aconteceram 24 horas depois do assalto ter ocorrido, conforme revelou o delegado Adriano Félix  25/07/2015 às 12:55
Show 1
A polícia conseguiu prender Bruno Matheus dos Santos Azize, 19, Igor Alexandre Alves Soares, 22 e apreendeu uma adolescente de 15 anos
joana queiroz ---

CONFIRA VÍDEO AQUI 

Investigações da feitas pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) levaram a prisão de três integrantes do bando que na tarde de quinta-feira roubaram aproximadamente R$ 300 mil em joias de uma joalheria dentro do Shopping Manauara, na rua jornalista Umberto Calderaro Filho, Zona Centro-Sul de Manaus. Três integrantes do bando ainda estão foragidos. “As investigações ainda não pararam”, disse o titular da DERFD, Adriano Félix.

As prisões aconteceram 24 horas depois do assalto ter ocorrido, conforme revelou o delegado. As investigações iniciaram com base das imagens das câmeras do shopping a polícia conseguiu prender Bruno Matheus dos Santos Azize, 19, Igor Alexandre Alves Soares, 22 e uma adolescente de 15 anos de idade foi apreendida. “Eu entrei nessa parada porque eu queria dinheiro para montar o meu quarto e pintar o meu cabelo de louro”, revelou a adolescente.

De acordo com o delegado Adriano Félix, ainda há mais três integrantes do bando identificados como “Felipe”, “João” e “Bebê” que estão foragidos e procurados pela polícia, Felipe está sendo apontado como o chefe do bando e articulador do roubo e foi quem ficou com as joias dizendo que ia vendê-las e dividir o dinheiro com os demais.

O delegado informou que Matheus, Igor e a adolescente foram localizados e presos por volta das 15h de ontem na rua Gualter Batista, bairro de Petrópolis, Zona Sul. “Nós iniciamos as diligências logo após tomarmos conhecimento do roubo”, disse Adriano Félix.   Foram os dois que ficaram do lado de fora junto com um terceiro para dar fuga aos outros três que entraram na joalheria. Felipe e a adolescente foram os que entraram e recolheram as peças de ouro.

O delegado informou ainda que Igor trabalhou no shopping em uma empresa terceirizada que administrava o estacionamento. “Foi ele quem elaborou a rota de fuga do bando”, disse o delegado. As investigações iniciaram por meio das imagens do shopping que ajudou a identificar os criminosos.

Bruno e Igor foram presos em suas casas e a adolescente estava na casa de um amigo quando foi apreendida, com a mesma a polícia apreendeu algumas peças de joias roubadas que usava no momento. A mãe dela revelou ao delegado que a adolescente estava a três dias fora de casa e os amigos dela não sabiam que a mesma estava envolvida em assalto. Igor revelou que não sabia por que tinha se envolvido no roubo.

Espontâneo o rapaz chegou a sorrir, disse que se achava bonito e inteligente, da mesma forma Bruno. Igor disse que estudava Edificações no Instituto Federal de Ciências e Tecnologia do Amazonas (Ifam) e que foi classificado em primeiro lugar do concurso. O delegado disse que eles serão autuados pelo crime de roubo majorado.


Publicidade
Publicidade